João Apocauco (morto em 1345)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
João Apocauco
Nacionalidade Império Bizantino
Ocupação Governador e general
Religião Ortodoxia Oriental

João Apocauco (em grego: Ἱωάννης Ἀπόκαυκος; m. 1345) foi o filho mais velho do primeiro casamento do mega-duque bizantino e um dos principais instigadores da Guerra civil bizantina de 1341-1347, Aleixo Apocauco.[1]

Vida[editar | editar código-fonte]

Em 1343, após os cidadãos de Salonica erguerem-se contra o rival de Aleixo, João VI (r. 1347–1354), João foi nomeado grande primicério e governador da cidade, mas o poder real emanou da radical facção dos zelotes que encenaram o levante anti-cantacuzenista.[2] Em junho de 1345, o Apocauco mais velho foi linchado pelos prisioneiros políticos em Constantinopla. João imediatamente declarou-se para Cantacuzeno e tentou tomar o controle da cidade, mas os zelotes prevaleceram e restauraram seu governo antes que as forças de Cantacuzeno pudessem reagir e ajudar Apocauco e seus apoiantes, que foram capturados e executados.[3][4]

Referências

  1. Nicol 1993, p. 188ff..
  2. Nicol 1993, p. 195.
  3. Trapp 1976, p. 1187.
  4. Nicol 1993, p. 202.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Nicol, Donald MacGillivray (1993). The Last Centuries of Byzantium, 1261–1453. Cambridge: Cambridge University Press. ISBN 0-521-43991-4 
  • Trapp, Erich; Walther, Rainer; Beyer, Hans-Veit (1976). «1187. Ἀπόκαυκος Ἰωάννης». Prosopographisches Lexikon der Palaiologenzeit. Viena: Verlag der Österreichischen Akademie der Wissenschaften