João Batista Gnoato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

João Batista Alberto Gnoato (22 de novembro de 19155 de junho de 2006) foi um advogado, procurador de justiça, professor, escritor e político brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em novembro de 1915, João Batista foi vereador de Curitiba de 1964 até 1981. Filiado ao partido da Arena, foi presidente da Câmara entre os anos de 1977 e 1978.

Nos anos de 1940 foi o segundo prefeito de Apucarana, norte do Paraná. Advogado, foi também Procurador da Justiça, professor de Geografia do Colégio Estadual do Paraná, presidente da Casa dos Pobres São João Batista e conselheiro do Movimento dos Escoteiros no Paraná. Também se dedicou à filatelia e, como escritor, fez parte do Centro de Letras, tendo sido, ainda, colaborador do jornal Gazeta do Povo.

Falecimento e Homenagem[editar | editar código-fonte]

Gnoato faleceu na segunda-feira, dia 5 de junho de 2006, em decorrência de problemas agravados pelo Mal de Alzheimer. O ex-vereador de Curitiba tinha 90 anos e 05 meses.

Poucos dias após o falecimento do ex-vereador, a Câmara Municipal de Curitiba instituiu o Prêmio João Batista Gnoato para personalidades locais ligadas a música. O premio é uma clara homenagem ao povo de Curitiba para com o político que ajudou a administrar a cidade por longos anos.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.