João Bentes Castel-Branco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde março de 2013). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

João Bentes Castel-Branco (Lagoa, 21 de Setembro 1850 - 15 de Julho de 1940) foi um médico e escritor algarvio.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formou-se em filosofia e medicina e exerceu clínica em várias terras do Algarve. Estudou diversos métodos de cura, entre os quais os de Sebastian Kneipp (que estudou com o próprio). Em 1890 foi nomeado guarda-mor de Saúde em Lisboa, funções que desempenhou até 1918. Foi director do estabelecimento termal e concessionário das Caldas de Monchique, desde 1895 até 1920. Foi um fervoroso adepto do vegetarianismo e dos métodos de cura pela natureza. Escreveu diversos livros e colaborou em revistas como O Vegetariano e A Saúde e participou em vários congressos em Portugal e no estrangeiro. Também colaborou na Revista de turismo [1] iniciada em 1916.


Obras[editar | editar código-fonte]

  • Estabelecimento thermal de Monchique (1885)
  • Ensaios sobre o estudo da crise agricola e investigação das suas causas‎ (1889)
  • 0 ideal portuguez (1890)
  • Guia do colono para a Africa portugueza‎ (1891)
  • A Cultura da Vida: Emprego dos Agentes Físicos em Medicina, Sociedade Vegetariana Editora, (1912)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • João Bentes Raposo Castel-Branco, 'ENSAIOS DE BIOLOGIA SOCIAL -I- O INDIVIDUALISMO - BIOGRAPHIA, LISBOA, TYPOGRAPHIA DA CASA CATHOLICA, 1892.«O quadro authentico da vida e das provas de um ser humano deveria ter para nós um interesse bem maior do que uma simples fixão, porque tem os encantos da realidade»(S.Smiles).
  • Delmar Domingos de Carvalho, Vegetarianismo, a solução para uma vida e um mundo melhor, Editorial Minerva, Lisboa, 2009, p. 73.
  • Enciclopédia Luso Brasileira, Volume VI, Lisboa – Rio de Janeiro, pp. 169–170.
  • Enciclopédia Luso Brasileira, Volume XXXIX (apêndice), Lisboa – Rio de Janeiro, p. 282.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.