João Camargo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
João Camargo
Nascimento 25 de março de 1960 (57 anos)
Basileia, SuíçaSuíça
Nacionalidade Brasil Brasileiro
Ocupação Ator e Diretor

João Camargo é um ator e diretor brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

João Camargo é um ator de teatro e televisão, graduado em Artes Dramáticas pela Unirio. Sua carreira iniciou-se em 1982 pelas mãos de Flávio Rangel, no espetáculo Amadeus, onde fazia um pequeno papel de criado da corte, além de ocupar a função de contra-regra. A partir de então, atuou em papéis mais expressivos em outros espetáculos, dos quais se destacam: Aracy de Almeida, no País de Araça, texto e direção de Eduardo Wotzik, Alarmes de Michael Frayn, com direção de Moacyr Góes, U! Madureza e Omelete, textos e direção de Hamilton Vaz Pereira e Colombo de Michael de Ghelderode, direção de Marcus Alvisi. Em televisão, ganhou projeção nacional pela sua participação em campanha publicitária do Unibanco, dirigida pelo cineasta João Moreira Salles. A partir de então, fez novelas e humorístícos na Rede Globo de Televisão. Entre seus personagens de maior destaque na mídia televisiva estão o de Gildo, de Um Anjo Caiu do Céu, o Padre Zeca de Uga-Uga e o Freitas de Vale Tudo. Fez ainda, na mesma emissora, Zorra Total, Você Decide e miniséries. No cinema, atuou em filmes como Bossa Nova de Bruno Barreto, 1999; Carlota Joaquina, Princesa do Brazil de Carla Camuratti, 1994 e Stelinha de Miguel Faria Júnior,1990. Tem seu nome, muitas vezes, confundido com o do diretor homônimo de miniséries e novelas João Camargo.

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.