João Camilo Penna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

João Camilo Penna (Corinto, 19 de dezembro de 1925) é um engenheiro e político brasileiro, filho de Protásio Oliveira Penna e Regina Alvim. Casado com Vera Prates.

Foi ministro da Indústria e Comércio do Brasil, de 15 de março de 1979 a 21 de agosto de 1984, no governo João Figueiredo.

Graduado pela Faculdade de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais, trabalhou na Companhia Vale do Rio Doce de 1949 a 1951, quando ingressou na CEMIG, onde fez sua carreira técnica, tendo sido seu Vice-Presidente, de 1967 a 1969, e Presidente, de 1969 a 1975, quando deu ênfase à implemantação da eletrificação rural. Foi Secretário de Estado da Fazenda de Minas Gerais no período de 1975 a 1979, dedicando-se ao saneamento financeiro e às políticas de promoção do desenvolvimento econômico do Estado, tendo respondido ainda, pelas Secretarias de Administração e do Planejamento e Coordenação Geral. Foi, ainda, Presidente da empresa Furnas Centrais Elétricas, do Instituto Cultural Brasil-Estados Unidos de Belo Horizonte e da Fundação Dom Cabral.

Referência[editar | editar código-fonte]

  • VIDIGAL, Pedro Maciel, Os Antepassados


Precedido por
Ângelo Calmon de Sá
Ministro da Indústria e Comércio do Brasil
1979 — 1984
Sucedido por
Murilo Paulino Badaró


Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.