João Cury

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
João Cury
Secretário Municipal da Educação de São Paulo
Período 9 de janeiro de 2019
até 4 de julho de 2019
Prefeito Bruno Covas
Antecessor Alexandre Schneider
Secretário da Educação do Estado de São Paulo
Período 14 de abril de 2018
até 31 de dezembro de 2018
Governador Márcio França
Antecessor José Renato Nalini
Sucessor Rossieli Soares
33º Prefeito de Botucatu
Período 1º de janeiro de 2009
até 31 de dezembro de 2016
Antecessor Mário Ielo
Sucessor Mário Pardini
Dados pessoais
Nascimento 22 de outubro de 1973 (45 anos)
Botucatu,  São Paulo
Nacionalidade brasileiro
Partido PSDB (2008–2018)
Sem partido (2018–presente)
Profissão Advogado
linkWP:PPO#Brasil

João Cury Neto (Botucatu, 22 de outubro de 1973) é um advogado e político brasileiro. É filho do ex-prefeito de Botucatu, Jamil Cury,[1] e irmão do deputado estadual Fernando Cury.[2]

Nas eleições de 2008 foi eleito prefeito da cidade de Botucatu, sendo reeleito nas eleições de 2012.[3]

Em 2018 foi indicado pelo então governador Márcio França como secretário de educação de São Paulo[4] fato esse que causou sua expulsão do PSDB pelo diretório estadual, que apoiou a candidatura de João Dória para o governo nas eleições de 2018[5]

Em 8 de janeiro de 2019, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou Cury como Secretário Municipal da Educação.[6] Foi exonerado do cargo em 4 de julho de 2019, sendo substituído por Bruno Caetano.


Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.