João Evangelista de Lima Vidal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2009). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

João Evangelista de Lima Vidal GCB (Vera Cruz, Aveiro, 2 de abril de 18745 de janeiro de 1958) foi um religioso português, bispo de Aveiro e membro da Ordem Terceira de São Domingos

Biografia[editar | editar código-fonte]

D. João Evangelista de Lima Vidal

Era filho de Noberto Ferreira Vidal e Umbelina Elisa de Lima Vidal. Em 1880 entrou para o Colégio da Probidade, também designado Escola das Salineiras ali permanecendo até 1888, tendo, entretanto, feito os exames de admissão ao liceu em 1885. Em 1886, a morte de seu pai, vítima de tuberculose, veio alterar o ritmo familiar, o que levou por pedido de sua mãe a Bastos Pina, D. João Evangelista a seguir os seus estudos como aluno interno do Seminário de Coimbra, visto já lá estudar desde 1886, mas como aluno externo. Em 1889, recebe uma bolsa de estudos de Monsenhor Vitali e parte para a Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma. Tinha apenas 15 anos.

Em 1891, obteve licenciatura em Filosofia e, um ano mais tarde, defendeu publicamente algumas teses tendo em vista o doutoramento. Passado cinco anos, a 19 de Dezembro, foi ordenado padre vindo a celebrar a sua primeira missa, na manhã de Natal seguinte, no Convento de Jesus de Aveiro.

Foi Bispo de Angola e Congo, entre janeiro de 1909 e outubro de 1915, ano em renunciou ao cargo e voltou para Lisboa como Vigário Geral do Cardeal Mendes Belo. Foi governador do Patriarcado de Lisboa e Arcebispo de Mitilene (desde 1916) tendo dado in´cio ao processode oficialização das aparições de Fátima.

Em 1922 é criada a Diocese de Vila Real de Trás-os-Montes para a qual é nomeado bispo, a 23 de maio de 1923, cargo que manteve até 1933.

Foi grande defensor da reinstauração da Diocese de Aveiro, criada em 1774 e extinta em 1882. Nesse sentido dirigiu uma exposição à Santa Sé expondo os argumentos positivos de fundamento do processo da sua restauração.

Em Outubro do mesmo ano (1933) doou a sua casa, situada na Rua Cândido dos Reis, em Aveiro, para residência do futuro bispo e sede Diocesana, caso esta viesse a ser restaurada, facto que ocorreu, então, a 11 de Dezembro de 1938. Vai ser, precisamente, D. João Evangelista de Lima Vidal quem dirige a reorganização da diocese, primeiro como Administrador Apostólico e, dois anos depois, como Bispo. Foi, assim, o primeiro Bispo da Nova Diocese de Aveiro.

Criou a obra das Florinhas do Vouga e deu início à construção do Seminário de Santa Joana.

A 7 ou 28 de Junho de 1946, o então Presidente da República, General Oscar Carmona, agraciou-o com o grau da Grã-Cruz da Ordem de Benemerência.[1]

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

  • Dae aos pobres por amor de Deus / Bispo de Angola e Congo. – Aveiro: Tip. Minerva Central, 1915. – 17 p..
  • Duas palavras do Bispo de Angola e Congo na distribuição do pão de Santo António a 13 de Agosto de 1915 na Igreja de Santo António d’Aveiro;
  • D. Teresa de Saldanha e as suas dominicanas: álbum de gravuras / D. João Evangelista de Lima Vidal. – Cucujães: [s.n.],, 1938. – 48 p.;
  • Theologia para todos / João Evangelista de Lima Vidal. – Coimbra: França Amado, 1908. – 415 p.;
  • O apóstolo São Tomé: alocução proferida na Capela de S. Tomé de Verdemilho pelo administrador apostólico da Diocese de Aveiro precedida de um In Limine por Acácio Rosa. – Aveiro: Tipografia Minerva, 1939. – 17 p;
  • Synopse da theologia moral – Coimbra: Typografia França Amado, 1901–1903. – 2 vol.;
  • Esplendores do sacerdócio – Caminha: França Amado, 1905. – 298 p.;
  • A acção missionária: Exposição Colonial Portuguesa, 1934. – 18 p.;
  • Subsideário etnográfico da província de Angola, In Boletim da Sociedade Luso-Africana do Rio de Janeiro. – nº 14 (1935), p. 123–125;
  • Por terras d’Angola / D. João Evangelista de Lima Vidal. – Coimbra: F. França Amado, 1916. – 487pps;
  • Pescando uma pérola: um discurso do Snr. D. João, Bispo de Angola e Congo. – Aveiro: Typ. Silva Editora, 1915. – 32 p.: est.. – Contém: Uma explicação prévia / Accacio Roza;
  • A alma e a pena do arcebispo. – Aveiro: [s.n.], 1977. – 347 p.;
  • Últimas páginas / João Evangelista de Lima Vidal. – Aveiro: [s.n.], 1959. – 223 p;
  • O meu diário de viagem. – Aveiro: Câmara Municipal, 1967. – 254 p.

Referências

  1. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "João Evangelista de Lima Vidal". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 3 de abril de 2016. 
Precedido por
Dom António Barbosa Leão
Brasão episcopal
Bispo de Angola e Congo

19091915
Sucedido por
Dom Moisés Alves de Pinho
Precedido por
António Mendes Bello
Brasão episcopal
Bispo de Aveiro

19401958
Sucedido por
Domingos da Apresentação Fernandes