João Grosso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
João Grosso
Nome completo João Manuel Vieira Grosso
Nascimento 1959 (58 anos)
Nacionalidade  Portugal
Ocupação Ator e encenador
IMDb: (inglês)

João Manuel Vieira Grosso[1] (n. 1959), é um actor e encenador português. Estudou na Escola Superior de Teatro e Cinema do Instituto Politécnico de Lisboa.

Trabalhou para o Teatro Aberto[2] e integra o elenco residente do Teatro Nacional D. Maria II, onde foi Director Artístico (2001-2003).

São de salientar os seu desempenhos em: Fausto, Fernando, Fragmentos., de Fernando Pessoa, Barcas e Serviço d' Amores, de Gil Vicente; Berenice, de Racine; Medeia, de Eurípides e Orgia de Pasolini (que também encenou).

Recebeu o Globo de Ouro 2005, para melhor Actor, por Orgia.

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Projeto Personagem Canal Notas
1986 Duarte e Companhia RTP pequena participação
Há Petróleo no Beato Jorge RTP peça de teatro emitida em televisão
1992/1993 Cinzas João Eduardo Amaral RTP
1993/1994 Verão Quente Sérgio Vale RTP
1994 Nico D'Obra RTP pequena participação
1995 Tordesilhas - O Sonho do Rei RTP
2008 O Dia do Regicídio Luz de Almeida RTP
Casos da Vida Carlos TVI
2014 O Beijo do Escorpião Juiz TVI pequena participação

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Certidão de lista de associadas da Audiogest» (pdf). IGAC/Ministério da Cultura. 25 de julho de 2007. Consultado em 26 de Dezembro de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 24 de Dezembro de 2013 
  2. «João Grosso». Infopédia. Consultado em 26 de Dezembro de 2013