João Marcos Coelho da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
João Marcos
Informações pessoais
Nome completo João Marcos Coelho da Silva
Data de nasc. 1 de junho de 1953 (66 anos)
Local de nasc. Botucatu, SP, Brasil Brasil
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Goleiro
Clubes de juventude
Brasil Guarani
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1971-1975
1975
1976-?
?-1979
1979-1983
1983-1986
Brasil Guarani
Brasil São Bento (emp.)
Brasil Noroeste
Brasil América
Brasil Palmeiras
Brasil Grêmio
0? 000(?)
0? 000(?)
0? 000(?)
0? 000(?)
082 000(0)
0? 000(?)
Seleção nacional
1984 Brasil Brasil 01 000(0)
[1][2]

João Marcos Coelho da Silva, mais conhecido como João Marcos (Botucatu, 1 de junho de 1953), é um ex-futebolista brasileiro que atuava como goleiro.[3][4]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou a carreira nos juvenis do Guarani de Campinas, foi lançado ao profissional em 71, transferindo-se, em 75 ao São Bento de Sorocaba, por empréstimo. Em 76 foi transferido ao Noroeste de Bauru e mais tarde para o América de São José de Rio Preto.

Em 1979, o jogador foi para o Palmeiras, clube que defendeu até 83, quando passou a atuar pelo Grêmio, onde encerrou a carreira em 86.

Pela seleção brasileira, o ex-goleiro recebeu suas primeiras convocações, em 1983, pelo então técnico Carlos Alberto Parreira. No ano seguinte voltou a ser chamado para defender a seleção, pelo técnico Eduardo Antunes Coimbra, atuando sua única partida pela camisa amarelinha, em um jogo contra o Uruguai, em Curitiba, vencendo pelo placar de 1 a 0.[5][6][7]

Alcoolismo[editar | editar código-fonte]

No dia 15 de agosto de 2010, em uma entrevista ao jornalista esportivo Milton Neves, o ex-goleiro afirmou sofre problemas de alcoolismo.[8]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde janeiro de 2012).
  • É o 16º goleiro a atuar mais vezes pelo palmeiras (82 jogos).[9]
  • O jogador é casado e possui três filhos.[10]
  • O, também, ex-goleiro palmeirense, Sérgio, afirmou João Marcos foi um dos responsáveis pela decisão de tornar-se goleiro. João Marcos e Leão eram os ídolos de Sérgio, quando criança.[11]
  • Devido a um conselho do ex-goleiro Leão, João Marcos acreditava que quanto mais vistoso um uniforme, melhor, Pois desta forma, os atacantes chutarão em direção ao goleiro.[12]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Grêmio

Outras Conquistas[editar | editar código-fonte]

Palmeiras
  • Torneio Seletivo Taça de Prata: 1981

Referências

  1. Seleção brasileira: 1914-2006 - Antonio Carlos Napoleão, Roberto Assaf - Editora MAUAD (pág. 265)
  2. PLACAR, nº 1094 - Editora ABRIL (pág. 87)
  3. AJORB. «João Marcos-ex-goleiro do Palmeiras e Seleção». Arquivado do original em 3 de outubro de 2010 
  4. PLACAR, nº 489 - Editora ABRIL (pág. 22D)
  5. PLACAR, nº 675 - Editora ABRIL (pág. 33)
  6. PLACAR, nº 686 - Editora ABRIL (pág. 16)
  7. PLACAR, nº 791 - Editora ABRIL (pág. 65)
  8. Terceiro Tempo. «Que Fim Levou? João Marcos». Arquivado do original em 22 de agosto de 2010 
  9. Rodolfo Rodrigues. «Curiosidades sobre os 500 jogos do goleiro Marcos» 
  10. Milton Neves. «João Marcos (ex-goleiro do Palmeiras e Grêmio)». Arquivado do original em 20 de janeiro de 2009 
  11. Pele.Net. «Ex-goleiros do Palmeiras fazem estágio no Verdão e querem se tornar técnicos.». Arquivado do original em 14 de maio de 2010 
  12. PLACAR, nº 703 - Editora ABRIL (pág. 32)