João Peculiar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Dom João Peculiar
Arcebispo da Igreja Católica
Arcebispo Primaz de Braga
João Peculiar (Paço Episcopal do Porto).png

Título

Primaz das Espanhas
Ordenação e nomeação
Nomeação episcopal 1136
Nomeado arcebispo 1138
Dados pessoais
Nascimento Coimbra
Morte Braga
3 de dezembro de 1175
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

João Peculiar (Coimbra? - Braga, 3 de Dezembro de 1175) foi bispo do Porto em 1136, Arcebispo de Braga e primaz das Espanhas entre 1138 e 1175. De acordo com a tradição régia, foi D. João Peculiar quem coroou D. Afonso Henriques como 1.º Rei de Portugal nas Cortes de Lamego em 1143.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Estátua de Dom João Peculiar em Braga.

Dom João Peculiar nasceu em Coimbra, em data desconhecida.[1] Sabe-se que estudou em Coimbra e em Paris. Em 1123 fundou o Convento de São Cristóvão de Lafões, na Beira[desambiguação necessária], próximo de São Pedro do Sul. Foi eleito bispo do Porto em 1136. Arcebispo de Braga e primaz das Espanhas entre 1138 e 1175.[1]

Foi o organizador do encontro do rei português, com Afonso VII de Leão e Castela, em 4 e 5 de Outubro de 1143, do qual resultou o Tratado de Zamora, que marca a independência de Portugal. Acompanhou sempre o novo rei e assistiu à conquista de Lisboa em 1147.[2]

D. João Peculiar fez 14 vezes a viagem de Braga a Roma, para convencer o Papa Inocêncio II a reconhecer a D. Afonso Henriques o título de rei - o que só viria a acontecer em Maio de 1179 pelo Papa Alexandre III. O arcebispo faleceu em 3 de Dezembro de 1175 e foi sepultado na Sé de Braga.[3]

Referências

  1. a b Cunha, pág. 56
  2. Cunha, pág. 67
  3. Cunha, pág. 68

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre João Peculiar

Precedido por
Hugo
Brasão episcopal.
Bispo do Porto

1136 - 1138
Sucedido por
Pedro Rabaldes
Precedido por
Paio Mendes
Brasão arquiepiscopal.
Arcebispo Primaz de Braga

1138 - 1175
Sucedido por
Godinho