João Pedro Matos Fernandes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
João Pedro Matos Fernandes
Retrato oficial de João Pedro Matos Fernandes
Ministro(a) de Portugal Portugal
Período XXI Governo Constitucional
Antecessor(a) Jorge Moreira da Silva
Dados pessoais
Nascimento 12 de dezembro de 1967 (49 anos)
Águeda, Águeda
Partido Partido Socialista
Profissão Engenheiro civil e Administrador de empresas

João Pedro Soeiro de Matos Fernandes (Águeda, Águeda, 12 de dezembro de 1967) é um engenheiro civil e administrador de empresas português.

É o atual ministro do Ambiente de Portugal.[1][2][3][4]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Licenciou-se em Engenharia Civil, pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto em 1991 (opção de Planeamento Territorial) e concluiu o Mestrado em Transportes, no Instituto Superior Técnico, em 1995.

Entre 1990 e 1995 foi técnico superior na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, na área do Ordenamento do Território, tendo sido o coordenador do sector dos transportes. Chamado para adjunto do Secretário de Estado dos Recursos Naturais, em 1995, assumiu em 1997 a função de chefe de gabinete do Secretário de Estado Adjunto da Ministra do Ambiente, entre 1997 e 1999.

Depois da experiência no governo, tornou-se administrador da consultora de projetos de desenvolvimento Quarternaire Portugal, entre 1999 e 2005.

Foi vogal do Conselho da Administração dos Portos do Douro e Leixões, entre abril de 2005 e maio de 2008 e presidente do Conselho de Administração da Admistração da mesma empresa, até maio de 2012. Subsequentemente assumiu o cargo homólogo no Porto de Viana do Castelo, desde a sua criação (janeiro de 2009) até maio de 2012. Também foi Presidente da Associação dos Portos Portugueses, entre abril de 2008 e abril de 2010.

Foi docente do Instituto Superior Técnico (Infraestruturas) e do Instituto Superior de Transportes (Impactes Energéticos e Ambientais dos Transportes).

Depois da passagem por Moçambique — exerceu, entre junho de 2012 e dezembro de 2013, a função de assessor do Conselho de Administração das empresas Terminais do Norte e Portos do Norte (Grupo Manica), incluindo funções de gestão do Porto de Nacala em Moçambique — foi nomeado presidente do Conselho de Administração da Águas do Porto, em janeiro de 2014.

Em 2015 deixou a Águas do Porto para ingressar no XXI Governo Constitucional como Ministro do Ambiente.

Referências

Precedido por
Jorge Moreira da Silva
(como ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia)
Ministro do Ambiente
XXI Governo Constitucional
2015 – presente
Sucedido por
Em funções