João Rodrigues de Freitas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
João Rodrigues de Freitas
Nascimento 1908
Miragaia, Porto
Morte 1976 (68 anos)
Nacionalidade português
Ocupação Escritor, advogado
Principais trabalhos Os Meninos Milionários

João Rodrigues de Freitas (Miragaia, Porto, 19081976) foi um escritor e advogado português.[1]

Formou-se em advocacia pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1932. Foi membro do Movimento de Unidade Democrática, uma organização política de oposição ao regime salazarista[1] .

É o autor do conto Os Meninos Milionários, o qual serviu de base ao argumento do filme Aniki Bóbó, realizado por Manoel de Oliveira[1] [2]. Colaborou na revista de cinema Movimento [3] (1933-1934).

Existe uma escola secundária com o seu nome no Porto.

Referências

  1. a b c Lusa (21 de dezembro de 2008). «Rodrigues de Freitas, autor do conto que inspirou "Aniki Bóbó", injustamente esquecido». RTP. Consultado em 18 de outubro de 2011 
  2. «Aniki-Bobó». Infopédia. Consultado em 18 de outubro de 2011 
  3. Jorge Mangorrinha (25 de Fevereiro de 2014). «Ficha histórica: Movimento : cinema, arte, elegâncias (1933-1934)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 09 de Janeiro de 2015  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Personalidades, integrado no Projecto Grande Porto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.