João Verle

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2015). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
João Verle
João Verle
41° Prefeito de Porto Alegre
Período 4 de abril de 2002
até 1 de janeiro de 2005
Antecessor Tarso Genro
Sucessor José Fogaça
Dados pessoais
Nascimento 29 de novembro de 1939
Caçador, Santa Catarina
Morte 7 de novembro de 2015 (75 anos)
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Partido PT
Profissão economista

João Acir Verle (Caçador, 29 de novembro de 1939Porto Alegre, 7 de novembro de 2015) foi um economista e político brasileiro, filiado ao Partido dos Trabalhadores.

Verle foi eleito vereador de Porto Alegre em 1996, pelo PT, com 5.989 votos.[1]

Em 1999 Verle foi escolhido para ser o presidente do Banrisul durante o governo de Olívio Dutra no Rio Grande do Sul, por sua competência técnica.

Em 2000, foi escolhido como candidato a vice-prefeito de Porto Alegre na chapa de Tarso Genro, pelo PT. Vencedores, tomaram posse em 1 de janeiro de 2001, no quarto mandato consecutivo do partido no comando da capital gaúcha. Em abril de 2002, entretanto, Tarso Genro renunciou ao cargo para concorrer a governador do estado, e Verle assumiu o cargo de prefeito. Seria o último prefeito do ciclo petista, entregando o cargo para José Fogaça, do PPS, em 1 de janeiro de 2005. Pouco carismático, Verle foi apontado como um dos motivos da derrota do PT nas eleições de 2004. Faleceu em 7 de novembro de 2015.

Referências

  1. «Eleições municipais de Porto Alegre em 1996». TRE-RS. Consultado em 6 de abril de 2010. Arquivado do original em 3 de março de 2016 


Precedido por
Tarso Genro
Prefeito de Porto Alegre
2002 — 2005
Sucedido por
José Fogaça