JoJo no Kimyo na Boken

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de JoJo's Bizarre Adventure)
JoJo Bizarre Adventure
ジョジョの奇妙な冒険
JoJo no Kimyō na Bōken
Informações gerais
Gêneros Ação, aventura, sobrenatural, horror, suspense, comédia, drama
Mangá
JoJo's Bizarre Adventure
Escrito por Hirohiko Araki
Ilustrado por Hirohiko Araki
Editoração Shueisha
Editoração lusófona (partes 1, 2, 3 e 4)
Revistas Weekly Shōnen Jump - Ultra Jump
Demografia Shōnen - Seinen
Período de publicação 1987 – atualmente
Volumes 131
Anime
Produção Warner Bros. Japão
Direção Naokatsu Tsuda

Ken'ichi Suzuki

Roteiro Yasuko Kobayashi
Música Hayato Matsuo (Parte 1)

Taku Iwasaki (Parte 2)

Estúdio de animação David Production
Distribuição/
Licenciamento
Emissoras de televisão originais Tokyo MX, MBS, RKB, TBC, CBC, BS11, Animax
Período de exibição 5 de outubro de 2012 5 de abril de 2013
Episódios 26 (Lista de episódios)
Filme
JoJo no Kimyou na Bouken: Phantom Blood
Direção Junichi Hayama
Roteiro Mitsuhiro Yamada
Estúdio de animação Studio APPP
Data de lançamento Japão17 de fevereiro de 2007
Data de lançamento mundial Japão17 de fevereiro de 2007
Duração 91 minutos
Anime
JoJo no Kimyou na Bouken: Stardust Crusaders
Produção Warner Bros. Japão
Direção Naokatsu Tsuda,

Kenichi Suzuki

Roteiro Yasuko Kobayashi
Música Yugo Kanno
Estúdio de animação David Production
Distribuição/
Licenciamento
  • BR Netflix
  • PT Selecta Vision
Emissoras de televisão originais Tokyo MX, MBS, RKB, TBC, CBC, BS11, Animax, Jadetoon
Período de exibição 4 de abril de 2014 19 de junho de 2015
Episódios 48 (lista de episódios)
Anime
JoJo no Kimyou na Bouken: Diamond is Unbreakable
Produção Warner Bros. Japão
Direção Naokatsu Tsuda,
Yūta Takamura,
Toshiyuki Kato
Roteiro Yasuko Kobayashi
Música Yugo Kanno
Estúdio de animação David Production
Distribuição/
Licenciamento
  • BR Netflix
  • PT Selecta Vision
Emissoras de televisão originais Tokyo MX, MBS, TBC, BS11, Animax, Jadetoon
Período de exibição 1 de abril de 2016 23 de dezembro de 2016
Episódios 39 + 2 ovas (lista de episódios)
Anime
JoJo no Kimyou na Bouken: Golden Wind
Produção Warner Bros. Japão
Direção Naokatsu Tsuda,
Yasuhiro Kimura,
Hideya Takahashi
Roteiro Yasuko Kobayashi
Música Yugo Kanno
Estúdio de animação David Production
Distribuição/
Licenciamento
    Emissoras de televisão originais Tokyo MX, MBS, BS11
    Período de exibição 5 de outubro de 2018 28 de julho de 2019
    Episódios 39 (lista de episódios)
    Anime
    JoJo no Kimyou na Bouken: JoJo's Bizarre Adventure: Stone Ocean
    Produção Warner Bros. Japão
    Direção Kenichi Suzuk, Toshiyuki Kato
    Roteiro Yasuko Kobayashi
    Música Yoshikazu Iwanami, Yugo Kanno
    Estúdio de animação David Production
    Distribuição/
    Licenciamento
    Netflix
    Período de exibição dezembro de 2021 – Presente
    Episódios Indefinido (lista de episódios)
    Mangá
    Steel Ball Run
    Escrito e ilustrado por Hirohiko Araki
    Editoração Shueisha
    Revistas Weekly Shōnen Jump, Ultra Jump
    Demografia Seinen
    Período de publicação 19 de janeiro de 2004 – 19 de abril de 2011
    Volumes 24
    Mangá
    JoJolion
    Escrito e ilustrado por Hirohiko Araki
    Editoração Shueisha
    Revistas Ultra Jump
    Demografia Seinen
    Período de publicação 19 de maio 2011 – 19 de agosto de 2021
    Volumes 27
    Mangá
    Stone Ocean
    Escrito e ilustrado por Hirohiko Araki
    Editoração Shueisha
    Revistas Weekly Shōnen Jump
    Demografia Shōnen
    Período de publicação 1 de janeiro de 2000 – 21 de abril 2003
    Volumes 17
    Light novel
    JoJo no Kimyou na Bouken
    Escrita por Mayori Sekijima

    Hiroshi Yamaguchi

    Ilustrada por Hirohiko Araki
    Revistas Shonen Jump
    Data de publicação 4 de novembro de 1993
    Volumes 1
    OVA
    JoJo no Kimyou na Bouken
    Direção Hiroyuki Kitakubo
    Estúdio de animação Studio APPP
    Lançamento 19 novembro de 1993 - 18 novembro 1994
    Episódios 6
    Duração 35 minutos (cada)
    Light novel
    JoJo no Kimyou na Bouken II: Golden Heart/Golden Ring
    Escrita por Gichi Ōtsuka
    Miya Shōtarō
    Ilustrada por Hirohiko Araki
    Data de publicação 28 de maio de 2001
    Volumes 1
    OVA
    JoJo no Kimyou na Bouken: Adventure
    Direção Hideki Futamura,

    Noboru Furuse, Yasuhito Kikuchi, Takashi Kobayashi, Yasuhito Kikuchi, Eiji Yamanaka,

    Estúdio de animação Studio APPP
    Lançamento 25 de maio de 2000 - 25 de outubro de 2002
    Episódios 7
    Duração 30 minutos (cada)
    Light novel
    The Book: JoJo no Kimyou na Bouken 4th Another Day
    Escrita por Otsuichi
    Ilustrada por Hirohiko Araki
    Data de publicação 26 de novembro de 2007
    Volumes 1
    Light novel
    JoJo no Kimyou na Bouken Over Heaven
    Escrita por Nisio Isin
    Ilustrada por Hirohiko Araki
    Data de publicação 16 de dezembro de 2011
    Volumes 1
    Light novel
    Shameless Purple Haze: Purple Haze Feedback
    Escrita por Kouhei Kadono
    Ilustrada por Hirohiko Araki
    Data de publicação 16 de setembro de 2011
    Volumes 1
    Wikipe-tan face.svg Portal Animangá

    JoJo no Kimyō na Bōken (ジョジョの奇妙な冒険? lit. (As) Bizarras Aventuras de JoJo) é um mangá japonês escrito e ilustrado por Hirohiko Araki. O mangá foi publicado pela Shueisha em sua revista Weekly Shōnen Jump entre 1987 e 2004, e a partir de 2004 pela revista seinen Ultra Jump. É o segundo mangá mais longo da Shonen Jump com 127 volumes (apenas atrás de Kochi-Kame, concluído com 200 volumes) e ainda está em produção. O que fazia dele também, até meados de 2012, o mangá mais longo sem uma adaptação para televisão.[1]

    O mangá conta a história da família Joestar e suas lutas contra forças sobrenaturais. Ele é divido em 8 partes (com uma 9ª parte já confirmada)[2] e em cada uma há o mais recente primogênito dos Joestar, por via de regra apelidado de JoJo, fadado a seguir as tradições de sua família, "cumprindo com o seu destino" ao participar ativamente em combate a tal presença mística e derivados que assombram a sua família há séculos.

    Uma adaptação para anime, produzida pela David Production, foi exibida de 6 de outubro de 2012 a 6 de abril de 2013 na Tokyo MX, adaptando os dois primeiros arcos, Phantom Blood e Battle Tendency, totalizando 26 episódios. Posteriormente, essa série recebeu sequências: JoJo's Bizarre Adventure: Stardust Crusaders (5 de abril de 2014 a 20 de junho de 2015), dividida em duas temporadas de 24 episódios, adaptando o terceiro arco do mangá. Em 2016, foi produzido JoJo's Bizarre Adventure: Diamond is Unbreakable (2 de abril de 2016 a 24 de dezembro de 2016) com 39 episódios. Em 2018, a parte 5 foi adaptada como JoJo's Bizarre Adventure: Golden Wind (8 de Outubro de 2018 a 28 de Julho de 2019), também com 39 episódios.

    A série foi adaptada para um OVA de seis episódios, baseado na segunda metade do terceiro arco, Stardust Crusaders, que foi lançado entre 1993 e 1994 pelo Studio A.P.P.P. Seis anos depois, o mesmo estúdio produziu uma série de sete episódios baseado na primeiro metade do mesmo arco, que durou até 2002. O estúdio ainda produziu um filme baseado no primeiro arco, Phantom Blood, em 2007, que nunca foi exibido fora de circuitos especiais no Japão. Esse filme possuía cortes no roteiro, como a exclusão de alguns personagens-chave.

    Enredo[editar | editar código-fonte]

    JoJo's conta a história da família Joestar, uma família cujos vários membros descobrem que estão destinados a derrubar inimigos sobrenaturais, tais como Dio Brando um vampiro semi-imortal, Yoshikage Kira um serial killer e Diavolo um líder de gangue usando poderes únicos que possuem. Sendo dividido em 8 partes únicas, cada uma seguindo a história de um membro da família Joestar, que inevitavelmente tem um nome que pode ser abreviado para o titular "JoJo". As primeiras seis partes da série ocorrem em uma única continuidade, enquanto as partes 7 e 8 ocorrem em uma continuidade alternativa.

    Produção[editar | editar código-fonte]

    Hirohiko Araki, em uma de suas apresentações sobre a franquia

    Araki queria usar um método clássico como base e introduzir elementos modernos no singular. Como exemplo, ele frequentemente desenha em um estilo realista, mas usa cores surreais. Araki tem tido como objetivo atrair os espíritos reais em JoJo, fazendo com que ele vá ao rio Kappa, em Tōno, Iwate , para entender melhor o conceito.[3] Araki alega ser inspirado na arte dos anos 80, técnicas de sombreamento na arte ocidental e pinturas clássicas; A coloração do mangá é baseada em cálculos ao invés de consistência, com Araki citando artistas como Paul Gauguin como inspiração.[4] Ele também afirma que o mistério é o tema central do mangá, como ele era fascinado por ele como uma criança. Além disso, Araki queria explorar superpoderes e energia na Jojo's Bizarre Adventure, resultando em vários conceitos, como o Hamon e o Stands.[4] Ele disse que a base sobrenatural das lutas de sua série igualou o campo de batalha para mulheres e crianças se encontrarem contra homens fortes.[5] Para os Stardust Crusaders em particular, Araki foi influenciado pelos RPGs no desenvolvimento das habilidades dos personagens.[4]

    Os personagens não tinham modelos, com exceção de Jotaro Kujo, que era baseado em Clint Eastwood . Para cada parte, Araki afirmou que queria tentar um tipo diferente de personagem principal. Por exemplo, enquanto Jonathan Joestar, da Parte 1, era uma pessoa séria e honesta, Joseph Joestar, da Parte 2, era um trapaceiro que gostava de mexer com as pessoas.[6] Apesar de suas personalidades serem diferentes, os dois compartilham uma semelhança física a fim de ter alguma continuidade porque era inédito na época que um personagem principal morresse em uma série semanal Shonen Jump.[7] O foco consistente de Araki na família Joestar tinha a intenção de dar uma sensação de orgulho, bem como devido à maravilha e mistério que existe na linhagem.[6]

    Tendo originalmente planejado a série como uma trilogia, Araki pensou em ter o confronto final no Japão atual. Mas ele não queria que fosse um caso de torneio, que era popular na Weekly Shonen Jump na época, e então decidiu fazer da Parte 3 um " road movie " inspirado em A volta ao Mundo em oitenta dias.[8] Com a parte 4, Araki disse que ele se afastou de "homens musculosos" como eles caíram de popularidade com os leitores e ele queria se concentrar mais na moda. Ao projetar as roupas de seus personagens, Araki considera a moda cotidiana e a "roupa bizarra e caricatural que seria impraticável na vida real".[9] Para a Parte 6, Araki escreveu uma protagonista feminina pela primeira vez, o que ele achou complicado, mas também interessante devido à humanidade que ela poderia possuir.[10] Mais tarde, ele descreveu que na parte 2 a personagem de Lisa Lisa é era "inédita" tanto no mangá quanto na sociedade em geral, e disse que era empolgante desafiar as expectativas das pessoas com o tipo guerreira feminina.[5] Não tendo especificamente estabelecido a criação de um personagem com deficiência, Araki explicou que o paraplégico Johnny Joestar da Parte 7 era um resultado natural de querer mostrar um personagem que pudesse crescer fisicamente e mentalmente durante uma corrida onde "ele seria forçado não só para confiar em outras pessoas, mas também em cavalos".[9]

    Araki usa onomatopéia e poses diferenciadas na série, que ele atribui ao seu amor por heavy metal e filmes de terror. Os poses, que são conhecidos no Japão como JoJo-dachi (ジョジョ立ち?), são ícones em suas capas de livros e painéis, e foram inspirados pela viagem de Araki para a Itália aos 20 anos e os estudos das esculturas de Michelangelo. As poses são tão populares que os fãs as reencenam em homenagem a JoJo, havendo até concurso de melhores poses.[11]

    Mídia[editar | editar código-fonte]

    Mangá[editar | editar código-fonte]

    Atualmente, existem oito arcos que dividem a série, cada um conta com diferentes temas, protagonistas, personagens, etc. O título mais recente é JoJo's Bizarre Adventure Part 8: JoJolion, publicado de 2011 até os dias de hoje.

    Originalmente foi conhecido como JoJo's Bizarre Adventure Part 1 Jonathan Joestar: Sua Juventude (ジョジョの奇妙な冒険 第一部 ジョナサン・ジョースター ―その青春― JoJo no Kimyō na Bōken Dai Ichi Bu Jonasan Jōsutā -Sono Seishun-?) começou sua publicação na Shonen Jump Edição Dupla #1-2 em Janeiro de 1987.

    No Brasil o mangá só foi oficialmente lançado em julho de 2018 pela Panini, atualmente lançados as partes 1 e 2, mas já confirmada o lançamento da parte 3. Seu formato é estilo bunko, que reduzindo o número de volumes dos originais, possuindo uma média de 300 a 350 páginas por edição.[12][13]

    Anime[editar | editar código-fonte]

    A série recebeu algumas versões animadas até o momento, começando pelos OVAs de 1993, pelo estúdio A.P.P.P.. As partes 1 a 5 já foram adaptadas em forma de anime pela David Production a partir de 2012. Em 2021, foi confirmada a produção do anime de Stone Ocean, protagonizado por Jolyne Cujoh, mas ainda sem data de lançamento.

    Estúdio A.P.P.P.[editar | editar código-fonte]

    Duas séries de OVA foram adaptadas de série 3 do mangá (Stardust Crusaders) pela A.P.P.P. (Another Push Pin Planning) no Japão. A série de seis episódios original de 1993 começa com Jotaro, Joseph, Polnareff, Avdol, Kakyoin e Iggy no deserto egípcio na sua aventura para encontrar Dio (volume 20 no mangá). A série ofereceu pouquíssimas explicações, assumindo a posição de que o telespectador já conhece a trama. Uma série de sete episódios foi lançada mais tarde em 2001, dando a explicação dos acontecimentos para aqueles não familiarizados com a série. Os episódios de 2001 começam com Joseph que vem para o Japão para explicar o comportamento estranho de Jotaro (volume 12 no mangá).

    David Production[editar | editar código-fonte]

    Em 2012, JoJo ganha uma série de TV . A série estreou em 5 de outubro de 2012 e terminou em março de 2013. Foi composta de 26 episódios que adaptam os dois primeiros arcos do mangá, Phantom Blood e Battle Tendency. Em 4 de abril de 2014, sua 2ª temporada estreou adaptando o 3º arco do mangá Stardust Crusaders. Foi anunciada a continuação da série adaptando a parte 4 do mangá, Diamond is Unbreakable, que saiu em 1º de abril de 2016 e encerrou-se no dia 23 de dezembro de 2016. Em 21 de junho de 2018 foi confirmado uma continuação, adaptando a parte 5 do mangá, Vento Aureo, que recebeu seu primeiro episódio em outubro de 2018.

    Músicas[editar | editar código-fonte]
    Aberturas[editar | editar código-fonte]

    Parte I - Phantom Blood

    Parte II - Battle Tendency

    • Episódios: 11 ~ 25: "BLOODY STREAM" por Coda

    Parte III - Stardust Crusaders

    • Episódios: 2 ~ 24: "STAND PROUD" por Jin Hashimoto
    • Episódios: 25 ~ 48: "JoJo Sono Chi no Kioku ~End of THE WORLD~" por JO☆STARS (TOMMY, Coda, Jin Hashimoto)

    Parte IV - Diamond is Unbreakable

    • Episódios: 2 ~ 13: "Crazy Noisy Bizarre Town" por THE DU
    • Episódios: 15 ~ 26: "Chase" por Batta
    • Episódios: 27 ~ 39: "Great Days" por - Karen Aoki e Daisuke Hasegawa

    Parte V - Vento Aureo

    • Episódios: 2 ~ 21: "Fighting Gold" por Coda
    • Episódios: 22 ~ 38:"Uragirimono no Requiem" por Daisuke Hasegawa

    Parte VI - Stone Ocean

    • Episodio: 1 ~ TBA: "STONE OCEAN" por ichigo
    Encerramentos[editar | editar código-fonte]

    Parte I - Phantom Blood

    Parte II - Battle Tendency

    • Episódios: 1 ~ 25: "Roundabout" por Yes
    • Episódio 26: "BLOODY STREAM" por Coda

    Parte III - Stardust Crusaders

    • Episódios: 2 ~ 24: "Walk Like an Egyptian" por The Bangles
    • Episódios: 25 ~ 48: "Last Train Home" por Pat Metheny Group
    • Episódios 27, 36 e 37: "Akuyaku◇Concerto'' por Makoto Yasumura, Motoko Kumai e Hidenobu Kiuchi

    Parte IV - Diamond is Unbreakable

    Parte V - Vento Aureo

    • Episódios: 2 ~ 21: "Freek'N You" por Jodeci
    • Episódios: 22 ~ 39: "Modern Crusaders" por Enigma

    Parte VI - Stone Ocean

    • Episodios: 1 ~ TBA: "Distant Dreamer" por Duffy

    Filmes[editar | editar código-fonte]

    Em 17 de fevereiro no Japão um filme longa-metragem foi adaptado da série 1 do mangá (Phantom Blood). A empresa A.P.P.P. e vários membros da produção original dos OVA's retornaram para produzir o filme, porém nunca houve um um lançamento doméstico pela má recepção do filme e por ter perdido a "essência" de Jojo's. O tema musical do filme foi composto pelo grupo japonês SOUL'd OUT sendo o single Voodoo Kingdom.[11]

    Em setembro de 2016, foi anunciado um filme em live action produzido pela Warner Bros Japan em conjunto com a Toho Pictures. O filme chama-se JoJo's Bizarre Adventure Diamond is Unbreakable - Chapter 1 e adapta a primeira metade da parte 4, Diamond is Unbreakable, tendo sido lançado no dia 4 de agosto de 2017 no Japão.[14][15]

    Jogos[editar | editar código-fonte]

    JoJo's Bizarre Adventure foi adaptado em vários jogos de videogame. O primeiro foi um RPG, baseado na terceira série do mangá que lançada em 1993 para o Super Famicom. Mais tarde, dois jogos de luta para arcade foram adaptados da terceira série do mangá pela Capcom, JoJo's Bizarre Adventure (relançado como JoJo's Venture no ocidente) e JoJo's Bizarre Adventure: Heritage for the Future (ジョジョの奇妙な冒険 未来への遺産?), ambos em 1999 para arcade. Os jogos de arcade foram adaptados para Playstation e Dreamcast. Os jogos de luta foram uma das primeiras coisas de JoJo a serem relatados nos Estados Unidos, mostrando vários dos personagens da série aos jogadores ocidentais.

    Um terceiro jogo foi lançado pela Capcom baseado na quinta série do mangá, intitulado GioGio's Bizarre Adventure: Golden Wind (ジョジョの奇妙な冒険: 黄金の旋風), sendo lançado para PlayStation 2 em 2002. Este jogo foi marcado para ser lançado na Europa como GioGio's Bizarre Adventure, mas isto não aconteceu por causa das muitas referências a nomes de bandas, e Araki estar pouco disposto chegar a um acordo na mudança de nomes para evitar processos. A Capcom originalmente estava disposta a lançar o jogo nos Estados Unidos, até mesmo uma versão jogável foi exibida na Electronic Entertainment Expo de 2002, mas nenhum plano adicional ou data de lançamento oficial foi anunciada desde então.

    Um novo jogo foi feito pela Bandai titulado JoJo's Bizarre Adventure: Phantom Blood foi lançado no dia 26 de outubro de 2006 para PlayStation 2. A história basea-se na primeira série e traz um sistema levemente semelhante ao de Golden Wind. Araki conferiu pessoalmente a qualidade do jogo e sua fidelidade ao mangá original. O lançamento do jogo coincide com o lançamento do filme novo e o 25º aniversário da carreira de Hirohiko Araki no mundo do mangá. O próprio jogo inclui um disco bônus que celebra os 20 anos da franquia JoJo.

    Em 2013 foi lançado o jogo de luta JoJo's Bizarre Adventure: All Star Battle. Foi lançado exclusivamente para PlayStation 3. O jogo tem cerca de 40 personagens de todos os arcos do mangá, desde Phantom Blood até JoJolion.

    Em 2015, foi anunciado outro game chamado JoJo's Bizarre Adventure: Eyes of Heaven, exclusivo para os consoles da Sony, o PlayStation 3 e o PlayStation 4. Seu lançamento aconteceu em 17 de dezembro de 2015 no Japão; já na Europa e na América, o jogo foi lançado em 28 de Junho de 2016, como um exclusivo do Playstation 4. Diferente de outros jogos, Eyes of Heaven mostra uma história completamente nova e única que envolve viagem no tempo (o que justifica o encontro dos heróis de diferentes sagas). No Brasil, o jogo foi lançado com legendas completamente em português, sendo esta a primeira mídia de JoJo a ser oficialmente distribuída no Brasil.

    JoJo’s Bizarre Adventure: Last Survivor, é um jogo estilo Battle royal da franquia, está sendo produzida pela Bandai, sua data de lançamento está planejada para 2019.[16]

    Além destes jogos, Jojo, alguns protagonistas da parte 1 ao 3, teve participações especiais em Jogos da Weekly Shounen Jump, Super Famicom Jump, Super Famicom Jump II, Jump Super Stars, Jump Ultimate Stars, J-Stars Victory VS., Jump Stadium e Jump Force.

    Referências

    1. Thompson, Jason (23 de dezembro de 2010). «Jason Thompson's House of 1000 Manga - Jojo's Bizarre Adventure» (em inglês). Anime News Network. Consultado em 15 de outubro de 2012 
    2. «JoJo's Bizarre Adventure tem parte 9 confirmada com título provisório de JoJo Lands - NerdBunker». Jovem Nerd. Consultado em 17 de agosto de 2021 
    3. CLAMP, William Flanagan (2009). The Official xxxHOLiC Guide. New York: Del Rey Manga. pp. 154–163 
    4. a b c «Hirohiko Araki Lecture Part 2: Drawing Manga, Araki-Style | ComiPress». www.comipress.com. Consultado em 11 de maio de 2019 
    5. a b Araki, Hirohiko (2015). JoJo's Bizarre Adventure: Part 1 Battle Tendency. [S.l.]: Viz Media. pp. * 365 
    6. a b «Hirohiko Araki Lecture Part 3: Questions and Answers with Araki-Sensei | ComiPress». www.comipress.com. Consultado em 11 de maio de 2019 
    7. «JoJo's Bizarre Adventure: Part 2 GN 1». Anime News Network (em inglês). Consultado em 11 de maio de 2019 
    8. Araki, Hirohiko (2016). Bizarre Adventure JoJo: Parte 3 Stardust Crusaders. [S.l.]: Viz Media. pp. * 273 
    9. a b «Interview: Jojo's Bizarre Adventure Creator Hirohiko Araki». Anime News Network (em inglês). Consultado em 11 de maio de 2019 
    10. Araki, Hirohiko (2010). Jojo's Bizarre Adventure. [S.l.]: Shueisha. pp. * 2 
    11. a b «The Mike Toole Show - Jojo's Mojo». Anime News Network (em inglês). Consultado em 11 de maio de 2019 
    12. «JoJo's Bizarre Adventure | Mangá será lançado no Brasil pela Panini em 2018 - NerdBunker». Jovem Nerd. Consultado em 11 de maio de 2019 
    13. Kyon_45 (20 de março de 2018). «Jojo's será lançado em julho». Biblioteca Brasileira de Mangás. Consultado em 11 de maio de 2019 
    14. «Takashi Miike to Direct Warner Bros. Japan, Toho Co-Production Based on Manga». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 11 de maio de 2019 
    15. «ANIME NEWS: Orders for limited edition 'JoJo' art book being accepted - AJW by The Asahi Shimbun». web.archive.org. 17 de outubro de 2013. Consultado em 11 de maio de 2019 
    16. «JoJo's Bizarre Adventure: Last Survivor é anunciado para arcade». Densetsu Games. 20 de dezembro de 2018. Consultado em 11 de maio de 2019 

    Ligações externas[editar | editar código-fonte]