Joana de Évreux (1382-1412)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joana
Regente e Herdeira de Navarra
Condessa de Foix
Reinado 1412 — julho de 1413
Antecessor(a) Joana de Aragão
Sucessor(a) Joana d'Albret
 
Cônjuge João I, Conde de Foix
Casa Casa de Évreux
Casa de Foix-Grailly
Nascimento 1382
Morte julho de 1413 (31 anos)
Béarn, França
Pai Carlos III de Navarra
Mãe Leonor de Castela


Joana de Évreux (1382Béarn, julho de 1413) foi uma infanta de Navarra, a filha mais velha do rei Carlos III de Navarra e de Leonor de Castela. Recebeu seu nome em homenagem à sua tia, Joana, futura duquesa da Borgonha e rainha da Inglaterra.

Em 1401, ela foi prometida em casamento a Martim I da Sicília, viúvo de Maria da Sicília, mas não chegaram a se casar. Martim desposaria, no ano seguinte, a irmã mais nova de Joana, Branca.

Também em 1402, com a morte de seus irmãos Carlos (nascido em 15 de agosto de 1397) e Luís (nascido em 1401), Joana se tornou a herdeira do trono de Navarra, reconhecida em 3 de dezembro daquele ano, em Olite. Nesse ínterim, ela casou com João I, conde de Foix, em 12 de novembro.

Joana chegou a atuar como regente durante ausência de seus pais. Ela veio a falecer em julho de 1413, em Béarn, com cerca de 31 anos de idade. Nao deixou filhos. A herança de Navarra então passou para sua irmã mais nova, rainha viúva da Sicília, que se tornou Branca I de Navarra, a última da dinastia de Évreux. João de Foix permaneceu viúvo por nove anos. Sua segunda esposa também se chamava Joana.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedida por:
Luís de Évreux
Brasão da dinastia de Évreux
Herdeira de Navarra

3 de dezembro de 1402 — julho de 1413
Sucedida por:
Branca de Évreux
Precedida por:
Arquibaldo de Grailly
Brasão de Foix-Béarn
Condessa de Foix, de Béarn e de Marsan
Co-princesa de Andorra

12 de novembro de 1402 — julho de 1413
Sucedida por:
Joana de Albret