Joaquim de Vasconcelos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Joaquim António da Fonseca de Vasconcelos (Porto, 1849-1936) foi um historiador e crítico de arte português. [1] Foi, no dizer de José Augusto França, o real fundador da História da Arte em Portugal, entendida como ciência, com objecto e método próprios. [2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Realizou os seus estudos secundários em Hamburgo.

Regressado a Portugal, foi professor de línguas no Liceu Central do Porto (1883-1924).

Simultaneamente Joaquim de Vasconcelos desenvolveu outras actividades, onde se destacam as de secretário-geral da Sociedade de Instrução do Porto[3], de conservador e director do Museu Industrial e Comercial do Porto[4], de promotor, com outras figuras de destaque, do Centro Artístico Portuense tendo colaborado na revista editada pelo mesmo A Arte Portuguesa [5] (1882-1884) e de inspector do ensino industrial na circunscrição do Norte.

Também se encontra colaboração da sua autoria na revista Renascença [6] (1878-1879?).

Foi casado com Carolina Michaëlis de Vasconcelos.

Obra[editar | editar código-fonte]

  • Os musicos portuguezes: biographia-bibliographia, 1870
  • Luiza Todi: estudo critico, 1873
  • O consummado germanista e o mercado das letras portuguezas, 1873
  • O fausto de Castilho julgado pelo elogio-mútuo, 1873
  • Ensaio crítico sobre o catálogo d'El Rey D. João IV, 1873
  • Primeira parte do Index da Livraria de Musica do rei Dom João o IV..., 2ª edição, Imp. Portuguesa, Porto, 1874
  • Eurico, 1874
  • Conde de Rcazynski (Athanasivs): esboço biographico, 1875
  • Albrecht Dürer e a sua influencia na peninsula, 1877
  • A reforma de Bellas-Artes: analyse do relatorio e projectos da commissão oficial nomeada em 10 de Novembro de 1875, 1877
  • Cartas curiosas escritas de Roma e de Viena, 1878
  • A reforma do ensino de Belas-Artes, 1879
  • Francisco de Hollanda: Da fabrica que fallece á cidade de Lisboa: Da sciencia do desenho, 1879
  • Goësiana: o retrato de Albrecht Dürer, 1879
  • Goësiana: bibliographia, 1879
  • Camões em Alemanha: ensaio critico em memoria do terceiro centenario, 1880
  • A ourivesaria portuguesa séc. XIV-XVI: Ensaio histórico, 1880
  • Goësiana: as variantes das chronicas, 1881
  • Cartas, 1881
  • A pintura portugueza nos seculos XV e XVI, 1881
  • História da arte em Portugal, 1883
  • El-Rey D. João o 4to., Porto, 1900
  • Elementos para a historia da ourivesaria portuguesa e artes dos metaes en geral, 1904
  • Elencho de quatro conferencias sobre Historia da Arte Nacional: estilo romanico archaico : o romanico dos séculos XI e XII, 1908
  • Arte religiosa em Portugal, 1914
  • O retrato de Damião de Góis por Alberto Dürer

Notas

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.