Joaquim Namorado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joaquim Namorado
Nome completo Joaquim Vitorino Namorado
Nascimento 30 de junho de 1914
Alter do Chão, Portugal
Morte 29 de dezembro de 1986 (72 anos)
Coimbra, Portugal
Nacionalidade Portugal Português
Ocupação Poeta
Magnum opus Aviso à navegação

Joaquim Vitorino Namorado OL (Alter do Chão, Alter do Chão, 30 de Junho de 1914 - Coimbra, 29 de Dezembro de 1986), foi um poeta português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Licenciado em Ciências Matemáticas pela Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra viria, após o 25 de Abril de 1974, a ingressar no quadro de professores da secção de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologia daquela mesma universidade.

Foi um dos iniciadores e teóricos do movimento neo-realista em Portugal e colaborou nas revistas Seara Nova, Vértice, Sol Nascente, entre outras[1].

Foi militante do Partido Comunista Português desde os anos 30.

A 16 de Março de 1983 foi feito Oficial da Ordem da Liberdade.[2]

Obras[editar | editar código-fonte]

Poesia[editar | editar código-fonte]

  • Aviso à Navegação (1941)[3]
  • Incomodidade (1945)[3]
  • A Poesia Necessária (1966)[3]

Ensaio[editar | editar código-fonte]

  • Uma Poética da Cultura (1994)[3], com organização, prefácio e notas de António Pedro Pita

Referências

  1. «Joaquim Namorado». Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2010. Consultado em 7 de dezembro de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Joaquim Vitorino Namorado". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 15 de abril de 2015 
  3. a b c d «Joaquim Namorado (1914, 1986)». Consultado em 8 de dezembro de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]