Joaquim Pinheiro Monteiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Joaquim Pinheiro Monteiro (Crato, 23 de setembro de 1904 — Crato, 31 de maio de 1981) foi um médico e poeta brasileiro.

Era filho de Antônio Pinheiro Bezerra de Menezes e Jerônima Monteiro Bezerra de Menezes e casado com Olga de Lacerda Pinheiro. Formou-se em medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, contemporâneo da turma de Ademar de Barros.

Trabalhou no Hospital do Exército, em Fortaleza.

No Instituto Cultural do Cariri ocupou a cadeira nº 15, cujo patrono foi Leandro Chaves de Melo Ratisbona.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • BORGES, Raimundo de Oliveira (1995). O Crato Intelectual. 1. Crato: Itaytera. 367 páginas 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.