Joaquim Pinto de Andrade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Joaquim Pinto de Andrade
Nascimento 1926
Morte 23 de fevereiro de 2008 (82 anos)
Luanda
Cidadania Angola
Irmão(s) Mário Pinto de Andrade
Ocupação político, padre

Joaquim Pinto de Andrade (1926 - 23 de Fevereiro de 2008) foi um sacerdote angolano e um dos fundadores do MPLA.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formado em Teologia pela Universidade Gregoriana de Roma, no ano de 1953, participou em 1956 no I Congresso dos Homens de Cultura Negra, realizado em Paris.

Foi Presidente honorário do MPLA em 1962[1] e a partir de 1974 fez parte do grupo Revolta Activa,[2] contrário à política oficial do partido que em 11 de Novembro desse ano assumiu a governação.

Esteve ligado ao fugaz Partido Reformador Democrático, que obteve um resultado pouco expressivo nas eleições de 1992.

Era Chanceler da Arquidiocese de Luanda, e foi membro da Sociedade Africana da Cultura.[3] Faleceu a 23 de Fevereiro de 2008 após uma longa doença, no mesmo dia em que faleceu o seu companheiro político do MPLA Gentil Ferreira Viana.[2]

Referências

  1. a b Lloyd-Jones, Stewart; António Costa Pinto (2003). The Last Empire: Thirty Years of Portuguese Decolonization. [S.l.: s.n.] 27 páginas 
  2. a b «RTP Noticias». Consultado em 11 de abril de 2010.. Arquivado do original em 19 de julho de 2011 
  3. Sellström, Tor (1999). Sweden and National Liberation in Southern Africa. [S.l.: s.n.] 378 páginas 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

"Joaquim Pinto de Andrade: Uma quase autobiografia", Porto: Afrontamento, 2017

Ícone de esboço Este artigo sobre um político de Angola, integrado no Projecto Angola é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.