Joaquim Vieira de Natividade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o arqueólogo com os mesmos apelidos, veja Manuel Vieira Natividade.
Joaquim Vieira de Natividade
Nascimento 22 de novembro de 1899
Morte 19 de novembro de 1968 (68 anos)
Cidadania Portugal
Ocupação engenheiro
Joaquim Vieira Natividade caricatura de Francisco Valença.

Joaquim Vieira Natividade (Alcobaça, 22 de Novembro de 1899 - Alcobaça, 19 de Novembro de 1968), engenheiro agrónonomo e silvicultor português. Foi o terceiro dos quatro filhos de Manuel Vieira Natividade e D. Maria da Ajuda Garcez.

Engenheiro agrónonomo (1922) e engenheiro silvicultor (1929), graus obtidos pelo Instituto Superior de Agronomia, em Lisboa, foi influenciado, nomeadamente, como aluno de Mário de Azevedo Gomes e António Xavier Pereira Coutinho. Em Londres e em Coimbra, onde contou com a ajuda de Aurélio Quintanilha), especializou-se em genética e citologia. Fundou e foi dire(c)tor do Departamento de Pomologia da Estação Agronómica Nacional, o Centro Nacional de Estudos e Fomento da Fruticultura e a Estação de Experimentação Florestal. Em 1936 foi nomeado representante dos Serviços Florestais na Junta Nacional da Cortiça. Ficou conhecido pelos seus trabalhos nas áreas da fruticultura e também na subericultura. Publicou mais de uma centena de estudos científicos.

A 11 de maio de 1951, foi agraciado com o grau de Grande-Oficial da Ordem Civil do Mérito Agrícola e Industrial - Classe do Mérito Agrícola.[1]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Joaquim Vieira Natividade". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 1 de agosto de 2020 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Ignacio García Pereda, Joaquim Vieira Natividade: (1899.1968) Ciência e política do sobreiro e da cortiça, Lisboa, 2008;