Jocelyn Bell Burnell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jocelyn Bell Burnell
Conhecido(a) por Descoberta dos quatro primeiros pulsares
Nascimento 15 de julho de 1943 (74 anos)
Belfast
Nacionalidade Reino Unido Britânico[1][2]
Alma mater Universidade de Glasgow (BSc), Universidade de Cambridge (PhD)
Prêmios Prêmio Beatrice M. Tinsley (1986), Medalha Herschel (1989), Prêmio Michael Faraday (2010), Medalha Real (2015)
Orientador(es) Antony Hewish
Campo(s) Astrofísica

Susan Jocelyn Bell Burnell, DBE, FRS, FRAS (Belfast, 15 de julho de 1943), conhecida como Jocelyn Bell Burnell, é uma astrofísica britânica.[1][2] Como estudante de pós-graduação descobriu os primeiros pulsares quando estudava sob a orientação de Antony Hewish. A descoberta rendeu a Hewish o Nobel de Física de 1974, compartilhado com Martin Ryle, tendo ela sido excluída, apesar de ter feito a observação.[3] Bell Burnell foi presidente da Royal Astronomical Society entre 2002 e 2004, presidente do Institute of Physics entre 2008 e 2010, e presidente interina no começo de 2011.

Publicações selecionadas[editar | editar código-fonte]

Livros

Artigos

Referências

  1. a b Dame Jocelyn Bell Burnell Universidade de Cardiff. Acessado em 5 de maio de 2012.
  2. a b Universe – Jocelyn Bell Burnell BBC. Retrieved 27 October 2011.
  3. Hargittai, István (2003). The road to Stockholm : Nobel Prizes, science, and scientists. Oxford: Oxford University Press. 240 páginas. ISBN 0198607857 
Precedido por
Terence Tao, Anthony Rex Hunter e Howard Morris
Medalha Real
2015
com Elizabeth Blackburn e Christopher Llewellyn Smith
Sucedido por
John Meurig Thomas, Elizabeth Robertson e John Goodby


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.