Jocelyn Bell Burnell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jocelyn Bell Burnell
descoberta dos quatro primeiros pulsares
Nascimento 15 de julho de 1943 (76 anos)
Belfast
Nacionalidade britânica[1][2]
Cidadania Reino Unido
Filho(s) Gavin Burnell
Alma mater Universidade de Glasgow (BSc), Universidade de Cambridge (PhD)
Ocupação astrônoma, astrofísico, física, cientista
Prêmios Medalha Albert A. Michelson (1973), Prêmio Memorial J. Robert Oppenheimer (1978), Prêmio Beatrice M. Tinsley (1986), Medalha Herschel (1989), Prêmio Magalhães (2000), Prêmio Michael Faraday (2010), Medalha Real (2015), Grande médaille de l’Académie des sciences (2018), Fundamental Physics Prize (2018)
Empregador The Open University, Universidade de Southampton, University College London, Professores da Universidade de Bath
Página oficial
https://www2.physics.ox.ac.uk/contacts/people/bellburnell
Orientador(es) Antony Hewish
Campo(s) astrofísica

Susan Jocelyn Bell Burnell, DBE, FRS, FRAS (Belfast, 15 de julho de 1943), conhecida como Jocelyn Bell Burnell, é uma astrofísica britânica.[1][2]


Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Nascida em 15 de julho de 1943 em Belfest, capital da Irlanda (ilha). Foi muito estimulada a estudar, desde cedo a educação era prioridade em sua casa.

A escola na qual frequentou o Ensino Médio não permitia que meninas comparecessem ao laboratório, seus pais foram fundamentais em discussões com a escola pra que Jocelyn pudesse assistir as aulas. Ainda que ela obteve as melhores notas.

Seus estudos de graduação na Universidade de Glasgow foram bastante desafiadores, principalmente por ser uma das poucas mulheres no Departamento de Física. Sendo alvo frequente de críticas e comentários de seus colegas.

Em 1965, Jocelyn se graduou com honras e, logo mais, foi aceita no programa de Pós-graduação da Universidade de Cambridge. Onde também, mais tarde, concluiria seu doutorado em 1969.

Em Cambridge, ela entrou para a equipe de Pesquisa de Antony Hewish e ajudou na elaboração e construção de um grande Radiotelescópio. Ela também era encarregada de interpretar longas folhas impressas de transmissões de rádio vindas do Espaço .

Em uma noite, a astrônoma notou uma certa oscilação nas leituras provenientes das ondas de rádio. Jocelyn viu mais dessas mesmas oscilações em diferentes pontos do Espaço . Essas ondas vinham de uma Estrela pequena e densa, denominada Pulsar. Esse tipo de Estrela de Neutrôns lança feixes de Radiação como um Farol solta feixes de luz.

O trabalho de Jocelyn Bell ajudou seu Orientador, Antony Hewish, a ganhar um prêmio Nobel. Tal estudo tem sido utilizado para entender o ciclo de vida das estrelas.

Ela se tornou uma das poucas professoras Catedrática de Física do Reino Unido.

Reconhecimentos[editar | editar código-fonte]

Como estudante de pós-graduação descobriu os primeiros pulsares quando estudava sob a orientação de Antony Hewish. A descoberta rendeu a Hewish o Nobel de Física de 1974, compartilhado com Martin Ryle, tendo ela sido excluída, apesar de ter feito a observação.[3] Bell Burnell foi presidente da Royal Astronomical Society entre 2002 e 2004, presidente do Institute of Physics entre 2008 e 2010, e presidente interina no começo de 2011.

Jocelyn Bell, junho de 1967

Recebeu o Fundamental Physics Prize de 2018 na Categoria Especial. Destinou todo o prêmio de 3 milhões de dólares para auxiliar mulheres, minorias étnicas e estudantes refugiados a tornar-se pesquisadores em física.[4][5]

Publicações selecionadas[editar | editar código-fonte]

Livros

Artigos

Referências

  1. a b Dame Jocelyn Bell Burnell Universidade de Cardiff. Acessado em 5 de maio de 2012.
  2. a b Universe – Jocelyn Bell Burnell BBC. Retrieved 27 October 2011.
  3. Hargittai, István (2003). The road to Stockholm : Nobel Prizes, science, and scientists. Oxford: Oxford University Press. 240 páginas. ISBN 0198607857 
  4. British astrophysicist overlooked by Nobels wins $3m award for pulsar work
  5. She made the discovery, but a man got the Nobel. A half-century later, she’s won a $3 million prize


Precedido por
Terence Tao, Anthony Rex Hunter e Howard Morris
Medalha Real
2015
com Elizabeth Blackburn e Christopher Llewellyn Smith
Sucedido por
John Meurig Thomas, Elizabeth Robertson e John Goodby


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.