Joel Antônio Martins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Joel
Informações pessoais
Nome completo Joel Antônio Martins
Data de nasc. 23 de novembro de 1931
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Falecido em 1 de janeiro de 2003 (71 anos)
Local da morte Rio de Janeiro (RJ), Brasil
Altura 1,68 m
Destro
Informações profissionais
Posição Ponta-direita
Clubes de juventude

1947–1950
CA Piracicabano
São Paulo
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1950–1951
1951–1958
1958–1961
1961–1963
1963–1964
Botafogo
Flamengo
Valencia
Flamengo
Vitória
Seleção nacional
1956–1961 Brasil 00014 0000(4)[1]

Joel Antônio Martins, mais conhecido apenas como Joel (Rio de Janeiro, 23 de novembro de 1931Rio de Janeiro, 1 de janeiro de 2003), foi um futebolista brasileiro.

Polemica ida para o Flamengo[editar | editar código-fonte]

Joel foi revelado aos 17 anos pelo Botafogo, em 1948, mas em 1950 foi para o Flamengo, pelo qual conquistou o tri-Campeonato Carioca de Futebol: 1953-1954-1955. O time de General Severiano acusava o Flamengo de aliciar o jogador e ameaçou romper relações com o mesmo. Diante das ameaças, os rubro-negros resolveram depositar para o Botafogo quantia de Cr$100 mil.[carece de fontes?]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Dentro de campo, o ponta-direita driblador, foi um dos destaques da equipe do Flamengo no decorrer da década de 50. Ao lado de Rubens, Índio, Zagallo e Evaristo de Macedo, formou o famoso rolo compressor do Flamengo, um dos maiores ataques da história do clube. Torcedor do Rubro-Negro desde pequeno, Joel sempre afirmou que jogar no Flamengo foi um sonho realizado.[carece de fontes?]

Tricampeão do Campeonato Carioca em 1953, 1954, e 1955, e campeão do Torneio Rio-São Paulo de 1961, Joel se destacava por seus cruzamentos em curva, e de vez em quando, na direção do gol, surpreendendo não só os zagueiros como os goleiros. Foi com cruzamentos assim que o ponta deu passes para dois dos três gols da equipe na final do Campeonato Carioca de 1954, contra o America. O histórico de Joel no Flamengo em suas duas passagens contabilizou 404 jogos com 244 vitórias, 74 empates e 86 derrotas, além de 115 gols.

Atuaria no futebol espanhol pelo Valencia e encerraria a carreira no Vitória da Bahia.

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Em 1957 foi convocado para a Seleção Brasileira de Futebol, e foi titular nos dois primeiros jogos da Copa do Mundo de 1958, quando foi substituído por Garrincha (assim como seu colega de Flamengo Dida foi substituído por Pelé).

Títulos[editar | editar código-fonte]

Botafogo
Flamengo
  • Torneio Início: 1951,1952
  • Copa Elfsborg: 1951
  • Troféu Cidade de Arequipa: 1952
  • Torneio Internacional de Lima: 1952
  • Troféu Juan Domingo Perón: 1953
  • Torneio Quadrangular de Curitiba: 1953
  • Campeonato Carioca: 1953,1954, 1955, 1961
  • Torneio Triangular do Rio de Janeiro: 1954
  • Torneio Internacional do Rio de Janeiro: 1954
  • Torneio Internacional Gilberto Cardoso: 1955
  • Campeonato Carioca Aspirantes: 1955,1956
  • Taça dos Campeões Estaduais: 1956
  • Troféu Embaixador Oswaldo Aranha: 1956
  • Taça Brasilia: 1957
  • Torneio Internacional do Morumbi: 1957
  • Troféu Ponto Frio: 1957
  • Troféu Almana Idrotts Klubben: 1957
  • Torneio Qradrangular de Israel: 1958
  • Troféu Sporting Club de Portugal: 1958
  • Torneio Rio-São Paulo: 1961
  • Troféu Magalhães Pinto: 1961
  • Torneio Octogonal da Argentina: 1961
  • Torneio Internacional de Verão do Uruguai: 1961
  • Torneio Internacional da Tunisia: 1962
Seleção Brasileira
Vitoria

Referências

  1. «Todos os brasileiros 1958». Folha de São Paulo. 9 de dezembro de 2015. Consultado em 5 de novembro de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]