Joel Carlson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Joel Carlson
Nome completo Joel Frans Adolf Carlson
Conhecido(a) por Missionário Joel Carlson
Nascimento 23 de junho de 1889
Estocolmo, Suécia
Morte 8 de setembro de 1942 (53 anos)
Recife, Pernambuco
Nacionalidade  Suécia
Cônjuge Signe Hedlund Carlson
Ocupação Pastor, Militar

Joel Frans Adolf Carlson (23 de junho de 1889, em Estocolmo, na Suécia - 8 de setembro de 1942, no Recife, Brasil). Foi um missionário e militar sueco e pioneiro da Igreja Assembleia de Deus no Estado de Pernambuco. Em 1917, mudou-se para Nova Iorque, onde começou seus estudos sobre a prática cristã. Foi casado com Signe Carlson e teve quatro filhos: Börje, Ruth, Ragnar e Elsa Carlson.

Serviço militar e casamento[editar | editar código-fonte]

Joel Carlson era membro da Igreja Batista na Suécia e servia nas forças armadas do seu país. Em uma operação militar, sofreu um acidente e foi levado para um hospital, onde, após os procedimentos de emergência, ficou sendo assistido por uma enfermeira muito dedicada: Signe Hedlund. A atenção e dedicação de Signe era tal, que despertou em Joel um sentimento de amor, que foi correspondido e levou ao casamento dos dois, em 1917.

Vinda para o Brasil[editar | editar código-fonte]

Signe e Joel Carlson chegaram no Brasil em 12 de janeiro de 1918 e se instalaram em Belém do Pará, onde já se encontravam os missionários Gunnar Vingren e Daniel Berg. Lá, dedicaram-se ao aprendizado do idioma português e, em 20 de outubro de 1918, e transferiram-se para o Recife, onde fundaram a Igreja Evangélica Assembleia de Deus.

Primeiro culto pentecostal no Recife[editar | editar código-fonte]

Em 24 de outubro de 1918, quatro dias após a sua chegada no Recife, realizaram a primeira reunião que se tornou o marco do Pentecostes em Pernambuco, mais precisamente na casa dos irmãos Felipa e João Ribeiro, onde os encontros e reuniões seguiram sendo realizados até o final daquele ano.

Primeira reunião formada[editar | editar código-fonte]

No mesmo ano de 1918, na Rua Imperial, no bairro de Santo Antônio, no Recife, Joel Carlson fundou a primeira igreja da Assembleia de Deus, num prédio onde funcionara um depósito de sal. Varias reuniões foram feitas ali, até que os missionários começaram a pregar em outros bairros do Recife, como Casa Amarela, Coqueiral, Jiquiá, Largo da Paz, Pina, Tejipió,Torre; da cidade de Jaboatão dos Guararapes, como Barra de Jangada, Prazeres e Muribeca; e também na cidade de Olinda.

Assistência Social[editar | editar código-fonte]

Em 1919, a assistência social já era uma preocupação da Igreja Assembleia de Deus de Pernambuco. Naquele ano, foi fundado um orfanato no bairro de Afogados, inicialmente voltado para o acolhimento de meninas. Tempos depois, com apoio financeiro da Igreja de Estocolmo, Suécia, o orfanato mudou-se para o casarão da família Meira de Vasconcelos, no bairro de Beberibe. Hoje, o Orfanato Abrigo de Betel está localizado na cidade de Abreu e Lima, sob a direção da Assembléia de Deus da Convenção de Abreu e Lima.

Outras igrejas[editar | editar código-fonte]

Joel Carlson tinha um amplo trabalho no Nordeste, ora estava na Paraíba ou no Rio Grande do Norte, onde também fundou igrejas e ministérios, tanto nas capitais como em interior desses estados. Formou também igrejas nas cidades de Escada, Palmares, Ribeirão, Serinhaém, Garanhuns e outras localidades pernambucanas.

Fundação do maior templo pentecostal da época[editar | editar código-fonte]

Templo da Encruzilhada

Em 1923, Joel Carlson começou a pregação do evangelho no Bairro da Encruzilhada. Depois de 9 anos de formada as reuniões na Rua Imperial, no dia 15 de Abril de 1928 foi fundada o maior templo pentecostal da época no Brasil no mesmo bairro da Encruzilhada. Já eram 1.500 membros da então Igreja Evangélica Assembleia de Deus do Estado de Pernambuco, formada pelos missionários Joel e Signe Carlson.

Morte[editar | editar código-fonte]

Na manhã do dia 08 de setembro de 1942, o missionário Joel Carlson faleceu na cidade do Recife, seu corpo foi velado na igreja a qual ele fundou e enterrado no cemitério dos Ingleses (Avenida Cruz Cabugá). Tendo a família pentecostal prestado ao seu querido pastor uma verdadeira honra, por ocasião do seu enterro.

Referências[editar | editar código-fonte]

http://www.ieadpe.org.br/index.php/a-instituicao/historia