Joelma Mendes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joelma
Joelma em 2017
Informação geral
Nome completo Joelma da Silva Mendes
Nascimento 22 de junho de 1974 (43 anos)
Local de nascimento
 Brasil
Gênero(s)
Ocupação(ões)
Cônjuge Ximbinha (1997–2015)
Instrumento(s)
Extensão vocal Mezzo-soprano
Período em atividade 1999—presente
Gravadora(s) Universal Music Group
Afiliação(ões)
Influência(s)
Página oficial Página Oficial

Joelma da Silva Mendes, mais conhecida apenas como Joelma (Almeirim, 22 de junho de 1974) é uma cantora, compositora, estilista, empresária, coreógrafa e dançarina brasileira. Foi vocalista da Banda Calypso de 1999 a 2015, com mais de 20 milhões de CDS e DVDs vendidos, recordista de vendas no Brasil até hoje.[1] Conquistou vários prêmios importantes da música, além de possuir um disco de diamante quíntuplo, sendo a única no Brasil a tê-lo, além de Ivete Sangalo.[carece de fontes?] Joelma tem como marca registrada sua voz, timbre e apresentação que mistura canto com dança.

Em 2016, a cantora seguiu em carreira solo, lançando seu primeiro álbum solo em abril do mesmo ano sob o selo da gravadora Universal Music Group.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Inicío[editar | editar código-fonte]

Joelma canta desde os 19 anos, quando começou pelos bares de Almeirim, por insistência de um amigo de escola que sempre a chamava para cantar em um pequeno grupo musical, por achar sua voz bonita.. Ficou conhecida depois de participar da Feira de Arte e Cultura da cidade. Cantou por seis anos na banda Fazendo Arte, até que decidiu gravar seu primeiro CD solo.

Em um almoço na casa do cantor paraense Kim Marques em 1997, Joelma conheceu Cledivan Almeida Farias, o Ximbinha. Conhecido por seus arranjos, Ximbinha aceitou produzir o disco solo de Joelma. De nome artístico Joelma Lins, a cantora e o guitarrista começam a namorar e resolvem se unir para formar a Banda Calypso em junho de 1999. De início, esperavam vender dez mil discos, o que consideravam uma vitória. Quinze anos depois do lançamento do primeiro CD, a banda já ultrapassava 15 milhões de discos vendidos.[3]

1999-2015: Banda Calypso[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Banda Calypso

Joelma é quem fazia e construía as coreografias da Banda Calypso, quando ainda participava da banda. É conhecida por sua voz suave, beleza exótica, botas de saltos altíssimos, jogadas de cabelo e pela capacidade de cantar e dançar ao mesmo tempo. Já ganhou inúmeros prêmios por sua atuação como vocalista da banda Calypso, além de ter sido considerada por quatro vezes uma das mulheres mais sexys do mundo pela revista VIP. A banda totalizou 21 CDs e 8 DVDs oficiais.

2016-presente: Carreira solo[editar | editar código-fonte]

Após a sua separação do ex-marido Ximbinha, Joelma anunciou no Programa da Sabrina, que foi ao ar em 29 de agosto de 2015, que se desligaria da Banda Calypso em dezembro e seguiria carreira solo, com o mesmo ritmo que deu notoriedade a ela.

A assessoria confirmou as palavras de Joelma e que a mesma passaria a se chamar, artisticamente, Joelma Calypso.[4] Sites especulavam que ela poderia seguir carreira gospel, mas a cantora deixou claro que pretendia continuar seguindo o ritmo que a consagrou no cenário mundial. Em um show realizado em Goiânia, em 28 de agosto, a cantora agradeceu o apoio dos fãs e reforçou sua saída da Banda com último compromisso no dia 31 de dezembro, e depois, começaria a "servir a Deus" cantando o ritmo calypso.[5]

Em 08 de março de 2016, a cantora assinou contrato com a gravadora Universal (uma das maiores do planeta), sendo de responsabilidade do selo, os direitos de imagens da artista, juntamente com a divulgação e promoção de shows.[6]

Joelma deu o pontapé inicial em sua carreira solo lançando um EP de forma digital no dia 24 de março de 2016, sob o selo da Universal Music Group apenas para download digital no iTunes Store. Com quatro faixas inéditas, o EP era uma prévia do primeiro álbum de estúdio da cantora que seria lançado no mês seguinte, dia 29 de abril.

A cantora ainda lançou mais dois EP's no decorrer do ano, um de remixes da música Não Teve Amor e outro chamado Assunto Delicado com quatro músicas inéditas que fariam parte do repertório do seu primeiro DVD em carreira solo.

No dia 09 de novembro do mesmo ano, Joelma gravou seu primeiro DVD em São Paulo, na casa de shows "Coração Sertanejo", com participações especiais de Ivete Sangalo, Solange Almeida (ex-Aviões do Forró) e seus três filhos, Yago, Yasmim e Natália. O espetáculo foi um sucesso, com os ingressos totalmente esgotados um mês antes da gravação.

Discografia[editar | editar código-fonte]