Joffre Guerrón

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joffre Guerrón
Joffre Guerrón
Informações pessoais
Nome completo Joffre David Guerrón Méndez
Data de nasc. 28 de abril de 1985 (32 anos)
Local de nasc. Ambuquí, Equador
Nacionalidade equatoriano
Altura 1,60 m
Destro
Apelido El Dinamita, Cutín, Guerreirón
Informações profissionais
Período em atividade 2002-presente
Clube atual México Pumas UNAM
Número 9
Posição Atacante
Clubes de juventude
19982004
20042005
Equador Aucas
Argentina Boca Juniors
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20022004
20062008
20082010
20092010
20102012
20122014
20142015
2016
2017
Equador Aucas
Equador LDU Quito
EspanhaGetafe
Brasil Cruzeiro (emp.)
Brasil Atlético Paranaense
China Beijing Guoan
México Tigres
México Cruz Azul
México Pumas UNAM
0059 0000(8)
0093 000(15)
0014 0000(1)
0028 0000(4)
0082 000(27)
0063 000(23)
0067 000(18)
0033 000(11)
0006 0000(0)
Seleção nacional3
2005
2007
Flag of Ecuador.svg Equador Sub-20
Flag of Ecuador.svg Equador
0004 0000(0)
0018 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 13 de Agosto de 2017.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 10 de setembro de 2013.

Joffre David Guerrón Méndez[1] (Ambuquí, Imbabura, 28 de abril de 1985[2]) é um futebolista equatoriano que atua como ala ou atacante. Atualmente, defende o Pumas UNAM. Foi eleito como o melhor jogador da Copa Libertadores da América de 2008 em uma votação realizada pela FIFA.

É irmão do ex-futebolista Raúl Guerrón, que disputou a Copa do Mundo de 2002 pela Seleção Equatoriana, e é primo do também futebolista Édison Méndez, que disputou as copas de 2002 e 2006 pela Seleção Equatoriana.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Joffre Guerrón, também conhecido como Dinamita (que em espanhol significa Dinamite), nasceu num pequeno bairro chamado Valle del Chota, onde outros grandes futebolistas equatorianos também surgiram, como Édison Méndez (primo de Joffre), Agustín Delgado, Ulises de la Cruz e Giovanny Espinoza.

Atletismo[editar | editar código-fonte]

Joffre, antes de se tornar futebolista profissional, também praticava atletismo, especializado em corrida. Aos 19 anos, Guerrón acabava tendo que dividir os treinos de sua equipe de futebol com o atletismo. Após alguns anos, acabou largando o esporte.

Aucas[editar | editar código-fonte]

Já no futebol, fez sua estréia como profissional na primeira divisão equatoriana pelo SD Aucas com apenas 16 anos. Foi muito elogiado por sua principal característica, a alta velocidade, fato que Joffre aperfeiçoou com o Atletismo. Disputou 3 temporadas como titular pelo clube.

Boca Juniors[editar | editar código-fonte]

Após 3 temporadas brilhantes pelo Aucas, do Equador, no início de dezembro de 2005 é contratado pelo gigante Boca Juniors da Argentina, porém, só faz sua estréia em janeiro de 2006. Foi titular em quase todas as partidas do clube em 2006, e marcou 2 gols.

LDU Quito[editar | editar código-fonte]

Ainda em 2006, após uma temporada razoável pelo Boca Juniors, Joffre é contratado pelo LDU Quito, do Equador, seu país de origem, a pedido do então treinador do time, Juan Carlos Oblitas. Já em 2007, começou a conquistar espaço na equipe, com o novo treinador Edgardo Bauza. Ele impressionou e deslumbrou muitos com sua velocidade e talento, principalmente na Copa Libertadores de 2008, campanha que levaria a equipe ao titulo do campeonato continental. Além disso, foi eleito o melhor jogador da competição naquele ano.

Getafe[editar | editar código-fonte]

Em 6 de junho de 2008, foi contratado por 4 anos pelo Getafe, da Espanha, pelo valor de 4 milhões de euros. Sua estréia pela equipe espanhola foi em 31 de agosto de 2008, contra o Sporting de Gijón. Fez boas temporadas pelo clube, ajudando a classificar o time para a UEFA Europa League de 2009-10, com grandes atuações.

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Em 23 de julho de 2009, foi anunciado seu empréstimo de um ano ao Cruzeiro Esporte Clube. Após soquetar em campo no dia 8 de junho, o Cruzeiro o expulsa, obrigando-o a procurar outro clube.

Atlético Paranaense[editar | editar código-fonte]

Em Junho de 2010, o Atlético-PR comprou 40% dos seus direitos federativos. Em seu primeiro ano pelo Furacão, Guerrón marcou apenas 2 gols, não justificando a maior contratação do Futebol Paranaense, até então.

Beijing Guoan-CHI[editar | editar código-fonte]

Em 30 de junho de 2012 Guerrón acerta com o time Chinês. O Atletico-PR tinha 40% dos direitos do jogador e, segundo o site oficial do Furacão, aceitou vender o "atleta para o futebol chinês após diversos fatos, que também o levaram a treinar em separado nas últimas cinco semanas". O Atlético-PR reclama de uma "falta de comprometimento".

Títulos[editar | editar código-fonte]

LDU

Premiações[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]