Jofre do Rego Castelo Branco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jofre Castelo Branco
Replace this image male.png
Jofre Castelo Branco
Prefeito de Teresina
Período 1967-1969
Antecessor Hugo Bastos
Sucessor Bona Medeiros
Vereador de Teresina
Período 1971-1983
1987-1989
Dados pessoais
Nascimento 4 de novembro de 1918 (101 anos)
Miguel Alves, Piauí
Cônjuge Benedita Mota
Partido ARENA, PDS
Profissão militar

Jofre do Rego Castelo Branco (Miguel Alves, 4 de novembro de 2018) é um militar e político brasileiro que foi prefeito de Teresina.[1][2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Alípio do Rego Castelo Branco e Antônia da Silva Lopes. Professor do Liceu Piauiense (Colégio Estadual Zacarias de Góes), oficial da reserva do Exército Brasileiro e coronel da Polícia Militar do Piauí, comandou interinamente a corporação em agosto de 1963.[3] Foi presidente do Jóquei Clube do Piauí e da Sociedade Esportiva Tiradentes.[4]

Sua passagem da vida militar para a política aconteceu após a edição do Ato Institucional Número Três,[5] instrumento que permitiu sua nomeação para o cargo de prefeito de Teresina em 1967 sendo substituído por Bona Medeiros dois anos mais tarde.[2] Após deixar o Palácio da Cidade, foi eleito vereador de Teresina pela ARENA em 1970, 1972 e 1976,[6] e ungido presidente da Câmara Municipal nos biênios de 1973/1975 e 1977/1979.[4] Em 1982 foi eleito primeiro suplente de vereador pelo PDS,[7] sendo efetivado com a eleição de Fernando Monteiro para deputado estadual em 1986 e empossado em 30 de janeiro de 1987. Candidato a reeleição no ano seguinte, não obteve êxito.

Referências

  1. SOARES, Nildomar da Silveira. Leis Básicas do Município de Teresina. 3. ed. Teresina: Jolenne, 2001.
  2. a b «TERESINA. Secretaria Municipal de Planejamento: Prefeitos de Teresina». Consultado em 30 de dezembro de 2019 
  3. Polícia Militar do Piauí. Almanaque. Teresina, 1986.
  4. a b PIAUÍ, Câmara Municipal de Teresina. Biografia dos Presidentes (1936-1998). Teresina, 1998.
  5. «BRASIL. Presidência da República: Ato Institucional Número Três». Consultado em 29 de dezembro de 2019 
  6. «Banco de dados do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí». Consultado em 29 de dezembro de 2019 
  7. SANTOS, José Lopes dos. Novo Tempo Chegou. Brasília: Senado Federal, 1983.