Johannes Aal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Johannes Aal
Tragédia de São João Batista, obra encenada pela primeira vez em 21 de Julho de 1549
Nascimento 1500
Bremgarten, Argóvia, Suíça
Morte 28 de maio de 1551 (51 anos)
Soleura, Suíça
Nacionalidade Suíça Suíço
Ocupação Teólogo, compositor e dramaturgo suíço

Johannes Anguilla (Bremgarten, 1500Soleura, 28 de maio de 1551) foi um teólogo, reformador, compositor e dramaturgo suíço. Foi autor de uma tragédia sobre a vida de João Batista.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi pastor em Bremgarten até 1529, depois pastor em Baden, depois da reforma protestante até 1536. No colégio da Igreja de Soleura, tornou-se pregador e regente de coral. Em 1536 matriculou-se em Friburgo em Brisgóvia, onde estudou com Henricus Glareanus (1488-1563), com quem travou grande amizade. Em 1538 foi nomeado pregador e mestre de coro em Soleura. De 1544 a 1551, foi nomeado reitor do colégio de cônegos da Catedral de São Urso, em Soleura, onde possuía todos os direitos de cidadão e cidade onde morreu.

Escreveu uma Tragédia sobre a vida de João Batista, realizada pela primeira vez na cidade de Berna. A peça foi encenada numa apresentação pública de dois dias, entre os dias 21 e 22 de Julho de 1549, em quatro atos, incluindo cenas burlescas, românticas e elementos satíricos. Como sátira, ridiculariza todas as classes e a corte, bem como a curiosidade, a paixão pela elegância, a loquacidade e a arte de sedução das mulheres.

Como músico, compôs uma ária em 16 versos sobre São Maurício e São Urso de Soleura.

Obra[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências