John Christian Watson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
John Christian Watson
John Christian Watson
3.º Primeiro-ministro da Austrália
Período 27 de abril a 18 de agosto de 1904
Monarca Eduardo VII
Antecessor(a) Alfred Deakin
Sucessor(a) George Houstoun Reid
Líder da Oposição da Austrália
Período 18 de agosto de 1904
a 5 de julho de 1905
Antecessor(a) George Reid
Sucessor(a) George Reid
Líder do Partido Trabalhista
Período 20 de maio de 1901
a 30 de outubro de 1907
Antecessor(a) Cargo criado
Sucessor(a) Andrew Fisher
Dados pessoais
Nascimento 9 de abril de 1867
Valparaíso, Chile
Morte 18 de novembro de 1941
Sydney, Austrália
Primeira-dama Ada Watson (f. 1921)
Antonia Mary Gladys Watson
Partido Partido Trabalhista Australiano
Profissão diagramador de jornais, sindicalista e político[1]

John Christian Watson[1], nascido John Christian Tanck (Valparaíso, Chile, 9 de abril de 1867 - Sydney, Austrália, 18 de novembro de 1941[1]) sindicalista e político, foi primeiro-ministro da Austrália entre 27 de abril e 18 de agosto de 1904. Foi o primeiro trabalhista a tornar-se primeiro-ministro não somente na Austrália, mas no mundo.

Vida[editar | editar código-fonte]

Watson nasceu em Valparaíso, filho de um marinheiro chileno alemão. Ele cresceu na Ilha Sul da Nova Zelândia, tendo o sobrenome de seu padrasto quando sua mãe irlandesa se casou novamente. Deixou a escola ainda jovem, trabalhando na indústria gráfica como compositor. Watson mudou-se para Sydney em 1886 e tornou-se proeminente no movimento trabalhista local. Ele ajudou a estabelecer a Liga Eleitoral Trabalhista de Nova Gales do Sul e dirigiu a campanha do partido nas eleições gerais de 1891. Watson foi eleito para a Assembleia Legislativa de Nova Gales do Sul na eleição de 1894, com 27 anos, e rapidamente se tornou uma figura de destaque no Partido Trabalhista Australiano (ALP). Ele e a maioria dos membros do partido se opuseram à Federação alegando que a constituição proposta era antidemocrática.

Em 1901, Watson foi eleito para a Câmara dos Representantes na eleição federal inaugural. Tornou-se membro fundador da bancada do ALP no parlamento federal e foi eleito líder inaugural do partido. Durante o primeiro mandato do parlamento, ele apoiou os governos protecionistas liberais de Edmund Barton e Alfred Deakin, e foi um forte defensor da política da Austrália Branca. Na eleição de 1903, o ALP garantiu o equilíbrio de poder na Câmara e uma posição forte no Senado. Watson formou um governo minoritário em abril de 1904, aos 37 anos, depois que o ALP retirou seu apoio de Deakin. Ele foi um dos primeiros socialistas a liderar um governo em um sistema parlamentarista, atraindo a atenção internacional, e continua sendo o primeiro-ministro mais jovem da Austrália.

Após menos de quatro meses no cargo, o governo Watson perdeu uma moção de confiança e Watson foi sucedido como primeiro-ministro pelo anti-socialista George Reid. Ele serviu como líder da oposição até 1905, quando ajudou a reinstalar Deakin como primeiro-ministro. O ALP continuou a oferecer seu apoio a Deakin após a eleição de 1906, apesar da oposição de alguns no partido. Watson renunciou à liderança do partido em 1907, citando preocupações familiares, e deixou o parlamento na eleição de 1910. Ele foi expulso do ALP durante a divisão de 1916 sobre o recrutamento e se tornou um nacionalista, embora nunca mais tenha se candidatado a um cargo público. Posteriormente, ele teve uma carreira empresarial de sucesso, inclusive como presidente do NRMA e presidente da Ampol.

Embora Watson não tenha conseguido aprovar legislação enquanto estava no cargo, seu mandato como primeiro-ministro é visto como significativo como uma demonstração de que o ALP poderia formar um governo competente. Seu sucessor como líder do partido, Andrew Fisher, levaria o ALPa um governo majoritário na eleição de 1910, na qual muitos dos ministros de Watson desempenharam um papel fundamental.[2][3][4]

Referências

  1. a b c «Fast facts - Chris Watson» (em inglês). National Archives of Australia. Consultado em 23 de fevereiro de 2015 
  2. Grassby, Al; Ordonez, Silvia (1999). The Man Time Forgot: The Life and Times of John Christian Watson, Australia's First Labor Prime Minister. [S.l.]: Pluto Press. ISBN 1864030836 
  3. Hearn, Mark (2007). «Cultivating an Australian Sentiment: John Christian Watson's Narrative of White Nationalism». National Identities. 9 (4): 351–368. doi:10.1080/14608940701737375 
  4. McMullin, Ross (2004). So Monstrous a Travesty: Chris Watson and the World's First National Labour Government. [S.l.]: Scribe Press. ISBN 1920769137 

Precedido por
Alfred Deakin
Primeiro-ministro da Austrália
abril - agosto de 1904
Sucedido por
George Houstoun Reid