John Gavin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
John Gavin
Nascimento 8 de abril de 1931
Los Angeles
Morte 9 de fevereiro de 2018 (86 anos)
Beverly Hills
Sepultamento West Point Cemetery
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Universidade Stanford
Ocupação ator, oficial, diplomata, político, ator de teatro, sindicalista, ator de cinema
Causa da morte Pneumonia

John Gavin, nome artístico de Juan Vincent Apablasa (Los Angeles, 8 de abril de 1931 - Beverly Hills, 9 de fevereiro de 2018), foi um ator e diplomata norte-americano. Atuou como foi embaixador dos Estados Unidos no México de 1981 a 1986 e também foi presidente da Screen Actors Guild de 1971 a 1973. Ele é mais conhecido por suas performances nos filmes Imitation of Life (1959), Spartacus (1960) , Psycho (1960) e  Thoroughly Modern Millie (1967), desempenhando papéis principais em uma série de filmes para o produtor Ross Hunter.[1][2][3][4]

Início da vida[editar | editar código-fonte]

Nascido Juan Vincent Apablasa, Gavin era de origem mexicana e chilena e era fluente em espanhol. Seu pai, Juan Vincent Apablasa, era de origem chilena, e seus antepassados ​​eram proprietários de terra na Califórnia, quando ainda estava sob domínio espanhol. A mãe de Gavin (Delia Diana Pablos) veio da família historicamente influente Pablos de Sonora, no México. Cerca de dois anos após o nascimento de João, sua mãe obteve o divórcio de Apablasa. Seu próximo casamento foi com o Herbal Ray Golenor, que adotou João e mudou seu nome para John Anthony Golenor.[1][5]

Depois de frequentar a St. John's Military Academy (Los Angeles) e Villanova Prep (Ojai (Califórnia)), ambas escolas católicas, ele ganhou um B.A. da Universidade Stanford onde obteve honras sênior pelo trabalhou sobre a história econômica latino-americana e foi membro da unidade Naval ROTC de Stanford. Graduou-se em licenciatura em economia e assuntos latino-americanos.[6] "Nunca fiz qualquer atuação na escola, nunca tive curiosidade sobre as peças da faculdade", disse mais tarde. "Meu pensamento inteiro se moveu em outra direção".[7]

Morte[editar | editar código-fonte]

John Gavin faleceu em 9 de fevereiro de 2018, foi por causa de pneumonia aos 86 anos.

Referências

  1. a b «John Gavin Is Our Man in Mexico and Constance Towers Is His Woman in the (TV) Capitol – Vol. 20 No. 9». PEOPLE.com (em inglês). 29 de agosto de 1983 
  2. «Council of American Ambassadors». www.americanambassadors.org (em inglês). Consultado em 30 de outubro de 2017 
  3. MILLER, ALAN C. (2 de agosto de 1991). «Gavin Weighs GOP Bid for U.S. Senate : Politics: The former actor and ambassador meets with leaders who feel the declared candidates can't win.». Los Angeles Times (em inglês). ISSN 0458-3035 
  4. «John Gavin | SAG-AFTRA». www.sagaftra.org (em inglês). Consultado em 30 de outubro de 2017 
  5. League, The Broadway. «John Gavin – Broadway Cast & Staff | IBDB». www.ibdb.com. Consultado em 30 de outubro de 2017 
  6. Wise, James E. & Rehill, Anne Collier. Stars in Blue: Movie Actors in America's Sea Services Naval Institute Press, p. 265
  7. Hopper, Hedda (20 July 1958). "HE NEVER LEFT HOME: Los Angeles Native John Gavin Wanted No Part of Pictures, So Producers Beat a Path to His Door". Chicago Daily Tribune. p. f12.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.