John Key

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Muito Honorável
John Key
O Muito Honorável
John Key
38º Primeiro-ministro da  Nova Zelândia
Período 19 de novembro de 200812 de dezembro de 2016
Antecessor(a) Helen Clark
Sucessor(a) Bill English
Dados pessoais
Nascimento 9 de agosto de 1961 (56 anos)
Auckland,  Nova Zelândia
Primeira-dama Bronagh Key
Partido Partido Nacional da Nova Zelândia
Religião Agnóstico
Profissão Político
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre John Key

John Phillip Key (Auckland, 9 de agosto de 1961) é um político da Nova Zelândia que serviu como primeiro-ministro de seu país de 2008 a 2016. Foi também líder do Partido Nacional Neozelandês de 2006 a 2016.[1][2]

Durante seu governo, conseguiu manter sua popularidade em alta. Como primeiro-ministro, Key assumiu um país em recessão. Durante seu primeiro mandato, ele aumento os impostos sobre bens e serviços, mas cortou os mesmos sobre a população em geral. Já no seu segundo mandato, o governo de Key anunciou uma política de privatizações parciais de cinco empresas estatais; tais mudanças passaram por referendo popular, onde foram rejeitadas pelos eleitores. Na política externa, Key ordenou a retirada do pessoal das Força de Defesa da Nova Zelândia da sua missão na guerra do Afeganistão. Ele também assinou a Declaração de Wellington com os Estados Unidos, aumentando as parcerias estratégicas entre as duas nações, e exortou outros países a entrar na Parceria Transpacífico.[3]

Em 4 de dezembro de 2016, Key anunciou que deixaria ao cargo de primeiro-ministro e líder do Partido Nacional Neozelandês a partir de 12 de dezembro.[2] Ele foi sucedido por Bill English na liderança do governo.

As visões políticas de John Key são normalmente alinhadas com seu partido (de centro-direita), embora tenha algumas visões progressistas. Em 2002, durante uma entrevista, afirmou que noções de privatização nas áreas de educação e saúde "faziam sentido".[4] Em 2004, no parlamento, ele votou contra uniões civis entre pessoas do mesmo sexo.[5] Contudo, no ano seguinte, se uniu a vários parlamentares para barrar a aprovação de um projeto de lei que queria definir o casamento como a união entre um homem e uma mulher.[6] Em 2013, ele votou pela legalização definitiva do casamento entre pessoas do mesmo sexo na Nova Zelândia.[7] Key também acredita que o aquecimento global é real e que é função do governo fazer algo a respeito.[8]

Referências

  1. "Rt Hon John Key". Página acessada em 28 de junho de 2013.
  2. a b New Zealand PM Key announces shock resignation, backs Finance Minister. Página acessada em 6 de dezembro de 2016.
  3. "Popular Prime Minister John Key didn't try to change who we are as New Zealanders". Página acessada em 13 de dezembro de 2016.
  4. Gamble, Warren (23 de março de 2002). «National's bright young hope». Newspaper. The New Zealand Herald. Consultado em 13 de dezembro de 2016 
  5. Newstalk ZB; The New Zealand Herald (2 de dezembro de 2004). «MPs vote 65–55 in favour of Civil Union Bill». Consultado em 27 de fevereiro de 2008 
  6. «'I'm more liberal than I look'». The New Zealand Herald. Consultado em 13 de junho de 2010 
  7. Ball, Andy; Singh, Harkanwal. «Marriage equality bill – How MPs voted». Stuff.co.nz. Consultado em 18 de junho de 2015 
  8. List, Kevin (29 de novembro de 2006). «2005 Vs 2006: Key And Climate Change». Scoop. Consultado em 13 de junho de 2010 


Precedido por
Helen Clark
Primeiro ministro da Nova Zelândia
2008 - 2016
Sucedido por
Bill English
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.