John Pyke Hullah

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
John Pyke Hullah
Fotografia de Hullah por Elliott & Fry, década de 1860.
Nascimento 27 de junho de 1812
Worcester
Morte 21 de fevereiro de 1884 (71 anos)
Londres
Nacionalidade Flag of the United Kingdom.svg britânica
Ocupação Compositor

John Pyke Hullah (Worcester, 27 de junho de 1812 - Londres, 21 de fevereiro de 1884), foi um compositor e professor de música inglês.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Hullah foi aluno de William Horsley a partir de 1829, e entrou na Royal Academy of Music em 1833. Escreveu uma ópera para as palavras de Charles Dickens, The Village Coquettes, produzida em 1836; The Barbers of Bassora, em 1837, e The Outpost, em 1838, as duas últimas apresentadas no Covent Garden. A partir de 1839, quando foi para Paris para investigar vários sistemas de ensino de música às grandes massas de pessoas, se identificou com o sistema de Wilhem do fixo "Dó", e sua adaptação desse sistema foi ensinado com enorme sucesso de 1840 a 1860.

Em 1847, um grande edifício na rua Long Acre, região central de Londres, chamado St Martin's Hall, foi construído por subscrição e apresentado a Hullah. Foi inaugurado em 1850 e sofreu um grave incêndio em 1860, um golpe do qual Hullah demorou a se recuperar. Deu uma série de palestras na Royal Institution em 1861, e em 1864, lecionou em Edimburgo, mas no ano seguinte não teve sucesso no seu pedido para se tornar professor titular.

Realizou concertos em Edimburgo em 1866 e 1867, e os concertos da Royal Academy of Music de 1870 a 1873; foi eleito para o comitê de gestão em 1869. Em 1872 foi nomeado, pelo Conselho de Educação musical, inspetor das escolas de formação para o Reino Unido. Em 1878 foi para o exterior para se informar sobre a condição da educação musical nas escolas, e escreveu um relatório muito valioso, citado no livro de memórias dele publicado por sua esposa em 1886. Foi atacado pela paralisia em 1880, e novamente em 1883.

Suas composições, que permaneceram popular por alguns anos após sua morte em 1884, consistiam principalmente de baladas (como a sua adaptação musical do poema de Charles Kingsley, Three Fishers); mas a sua importância na história da música é devido ao seu esforço na popularização da educação musical, e sua persistente oposição ao sistema sol-fá tônica, que teve um sucesso que ele não poderia prever. Suas objeções a ele foram parcialmente baseadas no caráter da música que estava em uso comum entre os primeiros professores do sistema.

Embora não se possa duvidar de que Hullah teria feito mais sucesso se não houvesse se oposto tão ardorosamente ao movimento sol-fá tônica, deve ser reconhecido que seu trabalho foi de grande valor, pois constantemente impressionava a todos os que o seguiam ou aprendiam com ele a suprema necessidade de manter o padrão artístico da música ensinada e estudada, e de não permitir composições sem valor para usurpar o lugar da boa música por conta da maior facilidade com que poderia ser lida.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]