Johnnie Baima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde julho de 2016) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Johnnie Baima
The Goddess Bunny em uma apresentação em fevereiro de 2007
Apelido(s) Bunny, Sandy Crisp, La Morsa, Juan Benedetti
Nascimento 13 de janeiro de 1960 (58 anos)
Santa Mónica, California
Nacionalidade norte-americano
Ocupação Atriz, dançarina

Johnnie Baima, mais conhecido como The Goddess Bunny é um ator que ficou muito popular em filmes independentes na cultura underground. Da mesma forma ele contribuiu para sua própria fundação chamada "Morsis" que ajuda crianças ao redor do mundo a lidar com a poliomielite.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Johnnie Baima, sofreu abuso sexual quando criança, já quando entrou na idade adulta, ele decidiu se tornar uma drag queen e alterar seu nome para "The Goddess Bunny" com o qual ganhou popularidade na subcultura hermafrodita e transgêneros de Hollywood.[1] Depois de sofrer de poliomielite, ele procurou um tratamento, que acabou sendo feito por médicos negligentes que implantaram uma haste de aço que se estende desde a parte superior para a parte inferior de sua coluna vertebral, a fim de fortalecê-la, o que afetou sua posição e parou fez com que parece de crescer. Ainda assim, ele não retirou a espalda.[2]

No final do ano de 1986, ele trabalhou como modelo com o fotógrafo Joel-Peter Witkin realizando nu artístico para o trabalho fotográfico em Los Angeles, onde foi apresentado nas exposições mais importantes mundialmente. Depois de atuar como The Goddess Bunny, ele estava tendo relações com um recém-libertado da prisão chamado Rocky. Ele viveu por um tempo em um trailer com ele e sua mãe, que era uma cristã, no entanto, Johnnie acabou terminando seu relacionamento com o ex-presidiário por causa do abuso doméstico por parte de seu parceiro. Baima, depois de se tornar Drag Queen, o nome foi alterado para "Sandie Crisp" para atrair fama em sua carreira.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Personagem
1986 Hollywood Vice Squad Secretaria
1989 The Goddess Bunny Channels Shakespeare Ele mesmo
The Drift Condesa
1990 The Ma Barker Story Ma Barker
1998 The Goddess Bunny Ele mesmo
2002 $
2006 The Three Trials Comensal
2010 King Shoot Namorada do papa

Referências

  1. IMDb. «Goddess Bunny-IMDb biography». IMDb. Consultado em 28 de novembro de 2007. 
  2. «Interview with Nick Bougas». goddessbunny.com. Consultado em 28 de novembro de 2007.