Jonás Gutiérrez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jonás Gutiérrez
Jonás Gutiérrez.jpg
Informações pessoais
Nome completo Jonás Manuel Gutiérrez
Data de nasc. 5 de julho de 1983 (32 anos)
Local de nasc. Sáenz Peña,  Argentina
Altura 1,82 m[1]
Destro
Informações profissionais
Clube atual Espanha Deportivo La Coruña
Posição Meio-Campista
Clubes de juventude
19992001 Argentina Vélez Sársfield
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20012005
20052008
20082015
2014
2015
Argentina Vélez Sársfield
Espanha Real Mallorca
Inglaterra Newcastle United
Inglaterra Norwich City (emp.)
Espanha Deportivo La Coruña
0099 0000(2)
0096 0000(5)
0187 000(11)
0004 0000(0)
0005 0000(0)
Seleção nacional3
20072011 Flag of Argentina.svg Argentina 0022 0000(1)[1]


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 22 de dezembro de 2015.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 23 de dezembro de 2014.

Jonás Manuel Gutiérrez (Sáenz Peña, 5 de Julho de 1983) é um futebolista argentino.

Conhecido como Homem-aranha, após comemorar um tento durante sua passagem pelo Real Mallorca usando a máscara de personagem, Gutiérrez é considerado uma peça-chave no elenco da Argentina pelo técnico Diego Maradona, que afirmou que sua equipe é formada por Mascherano, Messi, Jonás e mais oito.[2] Ele esteve presente na Copa do Mundo de 2010.[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido em Sáenz Peña, Jonás iniciou sua carreira nas categorias de base do Vélez Sársfield, tendo permanecido durante seis anos. Sua estreia na equipe profissional aconteceu aos dezessete anos, tendo atuado no clube até os vinte e dois, quando após conquistar seu primeiro título argentino, se transferiu para o futebol espanhol, indo atuar no Real Mallorca.

Após três temporadas no Mallorca, se transferiu para o Newcastle United, após romper seu contrato unilateralmente.[4] Jonás assinou um contrato de cinco temporadas,[5] e também passou a utilizar seu primeiro nome na camisa.[6] Em sua primeira temporada, acabou sendo rebaixado. Mesmo com o rebaixamento, permaneceu no clube, sendo importante na conquista do título da segundona e consequentemente, no retorno à elite inglesa.[7]

No dia 22 de dezembro de 2014, curado de um câncer testicular que atrapalhou a sua carreira, o meia argentino voltou a emprestar a sua raça ao Newcastle. Foi nas oitavas de final da Copa da Liga Inglesa sub-21. Gutiérrez foi diagnosticado em 2013, antes de se transferir por empréstimo para o Norwich City, em janeiro. Sua última partida foi em abril. Ele apenas divulgou a doença ao público em setembro, depois de ser operado. Voltou aos treinos do Newcastle United para recuperar a forma física, não que precisasse de muito trabalho porque até correu uma maratona no período.[8]

Em sérios problemas na luta contra o que seria seu 3º rebaixamento em menos de 10 anos, o Club de Regatas Vasco da Gama demonstrou o interesse em poder contar com o jogador na segunda metade da temporada 2015 na esperança de se salvar, mas às negociações não avançaram, e o Jogador foi contratado pelo Deportivo La Coruña.

Seleção Argentina[editar | editar código-fonte]

Com suas boas apresentações no Mallorca, recebeu sua primeira convocação para defender a Argentina, quando ainda era treinada por Alfio Basile para o amistoso contra a França. Seu primeiro tento saiu contra a mesma França, exatos dois anos após sua estreia. Passou a ser convocado com frequência para a Seleção após Diego Maradona assumir o comando. O mesmo pouco tempo depois, declarou que Jonás era uma peça-chave no elenco da equipe, afirmando que é composta por Mascherano, Messi, Jonás e mais oito.[2] Foi convocado para a disputa da Copa do Mundo de 2010 e,[9] esteve presente em campo nas partidas contra Nigéria, Coreia do Sul e México.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de ArgentinaSoccer icon Este artigo sobre um futebolista argentino é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.