JonBenét Ramsey

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
JonBenét Ramsey
Seu nome foi uma junção dos nomes de seus pais. John, seu pai, e Patricia sua mãe.
Nome completo JonBenét Patricia Ramsey
Conhecido(a) por A pequena Rainha da Beleza
Nascimento 6 de agosto de 1990
Atlanta, Georgia, Estados Unidos
Morte 26 de dezembro de 1996 (6 anos)
Sua casa, em Boulder, no Colorado
Nacionalidade norte-americana

JonBenét Patricia Ramsey (Boulder, Colorado, 6 de agosto de 1990 - 26 de dezembro de 1996) foi uma criança mini-miss estadunidense de 6 anos que foi morta na casa de sua família em Boulder, Colorado, em 26 de dezembro de 1996.[1]

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Jonbenét Patricia Ramsey nasceu em Georgia, Atlanta. Em 6 de agosto de 1990. Filha de Patsy e John Ramsey, e irmã de Burke 3 anos mais velho. Aos 1 anos de vida, ela se mudou para Boulder, Colorado. Meia irmã de Melissa, John Andrew e Beth, por parte de pai. Sua mãe fora Miss quando mais nova, juntamente sua irmã(tia de JB). Ela começou no ramo de beleza na pré-adolescência, até a vida adulta. E se casou com John, um empresário. Depois de deixar os concursos, Patsy, trabalhava em uma empresa local de computadores. Eles tiveram Burke, em 1987, em Atlanta. Se mudaram para o Colorado depois que John, começará sua empresa. Patsy, foi miss virginia West 1976. JonBenét estudou até a pré-escola.

Quando JonBenét completará 4 anos, ela começou a inscreverá em concursos de beleza por diversos estados. Pouco antes de sua morte, ela chegou a ser miss América. Seu último concurso foi, em 22 de Dezembro de 1996. Tendo ganhado um concurso local de Natal, sendo eleita "Miss Little Christimas". Dois dias antes de sua morte, ela se apresentou num concurso no Shopping.

JonBenét foi enterrada em Marietta, Georgia. Ela foi enterrada com uma cruz dourada colocada em seu corpo por sua irmã. E fora sendo enterrada com seu bichinho de pelúcia, um gato listrado chamado Sister Socks, colocado debaixo de seu braço por sua própria mãe. Seu tumulo fora pichado várias vezes com mensagens pedindo justiça. Em 2006, quando sua mãe morreu ela foi enterrada ao lado de sua filha. E ao outro lado do túmulo de JonBenét, estivera enterrado sua irmã Beth que morreu em um acidente de carro, em 1992, aos 22 anos.

Em 2014, o americano youtuber "Dave Johnson" alegou que JonBenét seria a cantora de 32 anos Katy Perry. E a mesma já citou JonBenét em sua autobiografia com a seguinte frase: "Eu nunca puderá ser tão perfeita como a pequena JonBenét".

O Caso[editar | editar código-fonte]

Na manhã do dia 26 de dezembro de 1996, uma nota de resgate foi encontrada na casa de JonBenet, e seu pai, John Ramsey, encontrou o corpo da menina no porão de sua casa por volta das 8 horas, depois de a menina ter sido dado como desaparecida. JonBenét sofreu uma pancada na cabeça e tinha sido estrangulada; um garrote foi encontrado amarrado no pescoço. A causa oficial da morte, conforme relatado pela autópsia foi asfixia devido a estrangulamento associado com traumatismo cranioencefálico. O caso ganhou notoriedade nacional e teve interesse público e da mídia, em parte porque sua mãe, Patsy Ramsey, tinha inscrito JonBenét em uma série de concursos de beleza infantil.[1]

No final de 1998, o procurador do distrito do condado de Boulder Alex Hunter apresentou o caso a um júri de oito mulheres e quatro homens. Os jurados estão entre as poucas pessoas que viram todas as provas apresentadas pelos promotores no processo contra John e Patsy Ramsey. O júri recomendou acusações contra John e Patsy Ramsey, indicando que os jurados acreditavam que os pais colocaram JonBenet em uma situação que resultou em sua morte. Mas o promotor anulou as descobertas do júri, dizendo que ele e sua força-tarefa da acusação acreditavam que não tinham provas suficientes para justificar a apresentação de acusações contra qualquer pessoa que havia sido investigada naquele momento.[2]

Em outubro de 2010, a Polícia de Colorado reabriu o caso. "O que é absolutamente correto é dizer que eles não vão deixar esse caso cair no esquecimento", declarou o procurador de Denver e analista legal Scott Robinson à imprensa estadunidense.[3]

Em 2016, o caso continua a ser investigado pelo Departamento de Polícia de Boulder. Em dezembro de 2016, a Polícia de Colorado anunciou que em 2017 vai usar novas tecnologias de DNA para tentar resolver este caso de assassinato não resolvido, estando entre os mais famosos dos Estados Unidos.[4]

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Em 14 dezembro de 2016, o canal de televisão Investigação Discovery (ID) estreou no Brasil o documentário "Quem matou JonBénet?"[5]Em abril de 2017, a Netflix lançou um especial sobre o caso " Casting JonBenét Ramsey " ou " Quem é Jonbenét ".[6] O trailer atualmente possui três milhões e meio de visualizações. Estrelado por Nicole Freeman e Hanna Liz, o especial traz dezenas de atores interpretando um único personagem, e abordando suas refleções sobre o caso. No começo dos anos 2000, também foi lançado um filme sobre JonBenét, recriando seus últimos momentos e caso, institulado " JonBénet and muder town " ou " JonBenét e a cidade perfeita ".

Túmulo de JonBenét em Marietta, na Georgia

Referências

  1. a b Camila Galvão (22 de novembro de 2016). «JonBenét Ramsey: 20 anos de um dos mais misteriosos casos policiais». MegaCurioso. Consultado em 17 de dezembro de 2016. 
  2. Tom Berman e Alexa Valiente (16 de dezembro de 2016). «Grand Juror Who Saw Original Evidence in JonBenet Ramsey Case Speaks Out» (em inglês). abcnews. Consultado em 18 de dezembro de 2016. 
  3. «Polícia reabre caso de morte de miss mirim que chocou EUA há 14 anos». BBC. Consultado em 17 de dezembro de 2016. 
  4. Steve Almasy (15 de dezembro de 2016). «JonBenet Ramsey case: New DNA testing planned» (em inglês). CNN. Consultado em 17 de dezembro de 2016. 
  5. «INVESTIGAÇÃO DISCOVERY ESTREIA QUEM MATOU JONBENÉT?». Vistolivre. Consultado em 18 de dezembro de 2016. 
  6. «CASTING JONBENET». Adoro Cinema. Consultado em 11 de abril de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]