Jonas Bilharinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Jonas Bilharinho
Jonas Bilharinho Miniatura.jpg
Jonas Bilharinho
Informações
Nome de
nascimento
Jonas Bilharinho Granja
Nascimento 22 de maio de 1990
Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Nacionalidade Brasileiro
Outros nomes Joshua
Residência Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Altura 1,80m
Peso 65kg
Divisão Peso-Pena
Envergadura 1,94m
Modalidade MMA
Organização(ões) LFA- Legacy Fighting Alliance[1]
Equipe Sparta
Graduação Faixa preta e branca em Muay Thai
Ligações externas
Página oficial:
https://www.instagram.com/jonasbilharinho/
Cartel no MMA pelo Sherdog
editar

Jonas Bilharinho (Rio de Janeiro, 22 de maio de 1990) é um lutador brasileiro profissional de MMA, atualmente no LFA (Legacy Fighting Alliance). Apelidado de "Joshua", tem um cartel que conta com 10 vitórias, 2 derrotas e 1 empate[2], notabilizando-se pela alta porcentagem de vitórias por nocaute.

Duplo campeão do Jungle Fight em 2015, Jonas também ganhou visibilidade ao atuar como "dublê" de Conor McGregor, quando, o então campeão do UFC, José Aldo enfrentaria o irlandês no UFC 194: Aldo vs McGregor.[3]


História[editar | editar código-fonte]

Jonas começou a lutar ainda com três anos de idade, quando seus pais o viram, por vezes, imitando personagens de desenhos animados japoneses, como Jaspion e Jiraiya, e o matricularam em uma academia de caratê em sua cidade natal. Segundo eles, os movimentos tinham um grau de similaridade estranho para um garoto tão novo. Aos 11 anos começou no Jiu-Jitsu, aos 15 no boxe e aos 16 no muay thai. Jonas também lutou capoeira e kickboxing e, por isso, considera que sua chegada ao MMA profissional, com o convite para representar a academia "Team Nogueira" as 18 anos, foi natural, aprendendo, separadamente, cada arte marcial que domina.[4]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Jonas começou sua carreira profissional atuando no "RFC" (Rio Fight Club) em janeiro de 2011, empatando sua primeira luta contra Carlos Peixoto.[5]

Voltou ao ringue apenas em março de 2012, vencendo Nate Stark por submissão no primeiro round, no "Fight Exchange Brazil".[2]

Em agosto de 2012, Jonas estreou no Jungle Fight e venceu 5 lutas seguidas na organização, conquistando o cinturão de duas categorias (peso-pena e peso-galo), simultaneamente.[6][7]

Ao todo, Jonas tem um cartel que conta com 13 lutas oficiais, sendo 10 vitórias, duas derrotas e um empate.[2]

Jonas Bilharinho em ação pelo LFA.
Jonas Bilharinho em ação em evento LFA.

Referências

  1. Portuga, Marcos; Azevedo, Zeca (12 de março de 2022). «LFA 126: Zé Delano surpreende e vence Bilharinho, mas não leva título por não ter batido peso». Globo Esporte. Consultado em 24 de novembro de 2022 
  2. a b c Sherdog.com. «Jonas». Sherdog (em inglês). Consultado em 24 de novembro de 2022 
  3. «Brasileiro que 'simulou' McGregor para Aldo acerta chute rodado insano, nocauteia e deixa Dana White incrédulo: 'P*** m***!'». ESPN. 2 de novembro de 2021. Consultado em 24 de novembro de 2022 
  4. Braga, Eduardo (15 de julho de 2022). «Jonas Bilharinho fala com exclusividade sobre LFA: "Pretendo pegar o cinturão" - Quinto Quarto». Quinto Quarto. Consultado em 24 de novembro de 2022 
  5. «Bilharinho revela ter ficado 'sem chão' com negativa de Dana, mas cita lado positivo». ESPN. 7 de novembro de 2021. Consultado em 24 de novembro de 2022 
  6. «De volta ao Jungle, Jonas Bilharinho quer recuperar o posto de campeão». Lance!. Consultado em 26 de novembro de 2022 
  7. Marinho, Raphael (12 de abril de 2015). «Bilharinho aplica nocaute devastador em Soldado e faz história no Jungle». Combate. Consultado em 26 de novembro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]