Jorge (cantor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jorge Barcelos
Jorge, durante show de Jorge & Mateus em 2012.
Nome completo Jorge Alves Barcelos
Nascimento 27 de agosto de 1982 (37 anos)
Itumbiara, Goiás
Nacionalidade Brasileiro
Ocupação
Carreira musical
Período musical 2005—atualmente
Gênero(s)
Instrumento(s) Vocal
Afiliações

Jorge Alves Barcelos, mais conhecido como Jorge e, em alguns casos, como Jorge Barcelos (Itumbiara, 27 de agosto de 1982) é um cantor e compositor brasileiro, mais conhecido por ser um dos integrantes da dupla de música sertaneja Jorge & Mateus.

Além de seu trabalho com a dupla Jorge & Mateus, Jorge também gravou como artista solo em algumas ocasiões, especialmente como participação com outros artistas e bandas.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Itumbiara, no sul de Goiás, Jorge estudou na Universidade Católica Dom Bosco em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, onde graduou-se em direito enquanto, ao mesmo tempo, participou de projetos musicais ao lado de Mateus Liduário, que se tornou colega de dupla. Jorge também chegou a dar aulas particulares de disciplinas como história e geografia.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 2005, formou a dupla Jorge & Mateus com Mateus Liduário. O repertório da dupla era predominantemente autoral. Jorge escreveu, ao lado do colega de dupla, algumas das músicas que formariam o primeiro trabalho da dupla, Ao Vivo em Goiânia, lançado em 2007. Foi de sua autoria faixas como "Querendo Te Amar" e "De Tanto Te Querer".[2] A maior parte das canções da dupla contam com Jorge como vocal principal.[3]

Ao longo dos anos, Jorge se tornou um dos nomes mais notáveis do sertanejo brasileiro. Com um estilo vocal e postura artística originalmente influenciada pelo cantor Bruno, da dupla Bruno & Marrone, o timbre e o canto de Jorge influenciou duplas que surgiram sob a onda do sertanejo universitário na década de 2010.[4][5][3]

Em 2018, Jorge se uniu ao produtor Dudu Borges, sob o nome artístico Analaga, e lançou algumas canções como artista solo. A primeira foi "Duvido". A segunda foi o cover "Se", original do cantor e compositor Djavan.[6] Ao longo dos anos, gravou como participação solo com artistas como Israel Novaes, Mano Walter, Cleber & Cauan, Amado Batista, Xand Avião e Thaeme & Thiago.[7][8]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Relacionamentos[editar | editar código-fonte]

Jorge se casou com Ana Carolina Freitas. O casamento aconteceu em 2011, na fazenda dos pais da noiva, na cidade de Nazário, em Goiás.[9] O primeiro filho do casal, Davi Freitas Barcelos, nasceu no dia 20 de setembro de 2016. Em 2018, Jorge anunciou o fim do casamento com Ina.[10]

Posições políticas[editar | editar código-fonte]

Apesar de seu colega Mateus ter se colocado contra o então presidenciável Jair Bolsonaro nas eleições brasileiras de 2018, Jorge manteve uma proximidade com alguns membros do governo, como o então ministro Sérgio Moro.[11] Jorge também participou de uma reunião, ao lado de vários artistas, com Moro e Paulo Guedes.[12]

Em 2018, ao lado de Mateus em entrevista ao apresentador Pedro Bial, Jorge disse que, em termos políticos, evita falar sobre as suas convicções. "Odeio ser criticado por pessoas que não me conhecem. Na internet se acham dignos de julgar tudo, mas sem consciência do assunto".[13]

Em 2017, em entrevista dada à revista Veja, Jorge foi questionado sobre cantores sertanejos homossexuais. Disse que não conhecia artistas gays que não se assumiam no segmento e afirmou que "o mundo está mudando. Se você é homem, pode ser cantor. Se é mulher, pode chegar a ser cantora. Se é homossexual, também".[14]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Com Jorge & Mateus
Ver artigo principal: Discografia de Jorge & Mateus

Referências

  1. «Sertanejos Jorge e Mateus iniciaram a vida musical em escolas de Goiás». G1. Consultado em 7 de abril de 2020 
  2. «Obra». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 7 de abril de 2020 
  3. a b «Matheus e Kauan comemoram dez anos com DVD e projetam filme sobre a dupla». UOL. Consultado em 7 de abril de 2020 
  4. «Jorge e o legado de Zezé e Bruno». Blognejo. Consultado em 7 de abril de 2020 
  5. «Especial sertanejo: as 10 melhores músicas de Jorge e Mateus». Cifra Club. Consultado em 7 de abril de 2020 
  6. «Jorge, da dupla com Mateus, regrava o single "Se" do cantor Djavan». HD Sertanejo. Consultado em 7 de abril de 2020 
  7. «Thaeme e Thiago apresentam o show "Química" com sucessos e músicas inéditas». UOL. Consultado em 7 de abril de 2020 
  8. «Amado Batista retorna a Brasília para show na Bamboa». Correio Braziliense. Consultado em 7 de abril de 2020 
  9. «O sim do cantor Jorge e sua Ina em Goiás». Caras. Consultado em 7 de abril de 2020 
  10. «Jorge, dupla de Mateus, tem nova namorada um ano após separação. Saiba quem é!». Terra. Consultado em 7 de abril de 2020 
  11. «Celebridades se reúnem com ministro Sérgio Moro e família». Caras. Consultado em 7 de abril de 2020 
  12. «Moro e Paulo Guedes se reúnem com celebridades em busca de apoio à reforma da Previdência e pacote anticrime». O Globo. Consultado em 7 de abril de 2020 
  13. «"Quase fui linchado", diz sertanejo Mateus sobre revelar posições políticas». BOL. Consultado em 7 de abril de 2020 
  14. «Jorge Barcelos: 'Não conheço gay no sertanejo'». Veja. Consultado em 7 de abril de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.