Jorge Bolet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jorge Bolet
Jorge_Bolet em 1975
Nascimento 15 de novembro de 1914
Havana
Morte 16 de outubro de 1990 (75 anos)
Mountain View, Califórnia, Estados Unidos
Cidadania Cubano, naturalizado norte-americano
Ocupação Pianista

Jorge Bolet (Havana, 15 de novembro de 1914 - Mountain View, Califórnia, 16 de outubro de 1990) foi um pianista, maestro e professor cubano, naturalizado norte-americano.

Bolet nasceu em Havana e estudou no Instituto Curtis de Filadélfia, tendo depois sido lá professor entre 1939 e 1942. Entre os seus professores encontram-se Leopold Godowsky, Josef Hofmann, David Saperton, Moriz Rosenthal e Fritz Reiner.[1]

Em 1942 Bolet alistou-se no exército dos Estados Unidos e foi enviado para o Japão. Enquanto esteve aí, fez a estreia japonesa de The Mikado.[1] Realizou as suas primeiras gravações para a Remington. Em 1960 compôs a banda sonora do filme "Song without End", sobre Liszt. O seu estilo ao piano foi criticado pelos críticos norte-americanos durante décadas, por estar demasiado concentrado no virtuosismo. Por este motivo só gravou para editoras discográficas de pequena dimensão na década de 1960.

Voltou ao primeiro plano em fevereiro 1974 com um recital memorável no Carnegie Hall.[2]. Sucedeu a Rudolf Serkin na liderança do departamento de piano no Instituto Curtis.

Ganhou numerosos prémios internacionais.

Discografia[editar | editar código-fonte]

O mais importante na herança discográfica de Bolet é a sua série de gravações de obras de Franz Liszt, a partir de 1979 para a Decca. Também registou obras de Chopin, Debussy, César Franck, Shubert, Schumann, Rachmaninov, Tchaikovski, Busoni, Prokofiev, Saint-Saens, Moskowski, Mendelssohn, Beethoven, Lecuona, Granados, Falla, Albeniz, entre outros.

Referências

  1. a b "Bolet, Jorge", Grove Music Online, 2007, acesso em 2-6-2007.
  2. Programa do recital: Bach/Busoni: Chaconne da Partita para violino n°2; Chopin: 24 Prelúdios; Johann Strauss/Tausig: Man lebt nur einmal Op. 167 et Nachtfalter Op.157; Johann Strauss/Schulz-Evler: Arabesques sur le Beau Danube Bleu; Wagner/Liszt: Abertura de Tannhäuser(reed. na série "Great Pianists of the XX century" : Jorge Bolet vol. 1. Philips 1998)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.