Jorge Cherques

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jorge Cherques
Nascimento 25 de julho de 1928
Rio de Janeiro, RJ
Morte 11 de março de 2011 (82 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Cônjuge Estela Cherques
IMDb: (inglês)

Jorge Cherques (Rio de Janeiro, 25 de julho de 1928 — Rio de Janeiro, 11 de março de 2011) foi um ator brasileiro. Iniciou na carreira teatral em idade muito jovem, tomando parte no elenco da peça teatral Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues em 1943. Teve extensa carreira no teatro, ganhando prêmios por grandes atuações, entre elas em "Um bonde chamado desejo" e "Ratos e Homens".

Na década de 50 foi convidado a participar do Grande Teatro Tupi, apresentado na extinta TV Tupi e depois passou a integrar o elenco da Rede Globo de Televisão.

Judeu, sempre incentivou a comunidade judaica paulista a criar um grupo de teatro de atores judeus. Na década de 80 integrou o grupo humorístico Os Trapalhões, participando de alguns filmes e do programa semanal da trupe. No final da década de 90, passou a se dedicar ao teatro e preparação de atores.

Na TV participou de novelas importantes como Carinhoso, Gabriela, A Sucessora, Paraíso (1982), Dona Beija, Vamp (telenovela), Alma Gêmea, além do seriado infantil Sítio do Picapau Amarelo.

Cherques morreu em decorrência de falência múltipla de órgãos e foi sepultado no Cemitério Israelita de Vilar dos Teles.[1] Era casado com Estela Cheques desde 1951 com quem tinha duas filhas: Cecília e Gilda.

Atuação na televisão[editar | editar código-fonte]

Atuação no cinema[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Ator Jorge Cherques morre aos 82 anos no Rio Caderno Ilustrada - Folha de S.Paulo - edição de 11 de março de 2011
Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.