Jorge V de Hanôver

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jorge V
Rei de Hanôver
Duque de Cumberland e Teviotdale
Duque de Brunsvique-Luneburgo
Rei de Hanôver
Reinado 18 de novembro de 1851
a 20 de setembro de 1866
Antecessor(a) Ernesto Augusto I
Sucessor(a) Monarquia abolida
Duque de Cumberland e Teviotdale
Ducado 18 de novembro de 1851 a 12 de junho de 1878
Predecessor Ernesto Augusto I
Sucessor Ernesto Augusto
 
Esposa Maria de Saxe-Altemburgo
Descendência Ernesto Augusto, Príncipe Herdeiro
Frederica de Hanôver
Maria de Hanôver
Casa Real Hanôver
Nome completo
Jorge Frederico Alexandre Carlos Ernesto Augusto
Nascimento 27 de maio de 1819
Berlim, Prússia
Morte 12 de junho de 1878 (59 anos)
Paris, França
Sepultamento Capela de São Jorge, Windsor, Berkshire, Reino Unido
Pai Ernesto Augusto I de Hanôver
Mãe Frederica de Mecklemburgo-Strelitz
Assinatura Assinatura de Jorge V
Brasão

Jorge V de Hanôver (em alemão: George Frederick Alexander Charles Ernest Augustus, Berlim, 27 de maio de 1819Paris, 12 de junho de 1878) foi o único filho sobrevivente do rei Ernesto Augusto I de Hanôver e da sua mulher, a princesa Frederica de Mecklemburgo-Strelitz. Era primo da rainha Vitória do Reino Unido, já que ambos eram netos de Jorge III do Reino Unido. Foi o derradeiro soberano governante do efêmero Reino de Hanôver e antecessor do ramo germânico da casa de Hanôver, além de Duque de Cumberland e Teviotdale.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Originalmente, ostentou o título de príncipe Jorge de Cumberland e passou a sua infância em Berlim e na Grã-Bretanha. Ele foi batizado em 8 de julho de 1819, em um hotel em Berlim onde seus pais estavam instalados, pelo rev. Henry Thomas Austen (irmão da autora Jane Austen). Seus padrinhos foram o então príncipe-regente Jorge do Reino Unido (representado pelo Duque de Cumberland), o rei Frederico Guilherme III da Prússia, o imperador Alexandre I da Rússia, o príncipe-herdeiro Frederico Guilherme da Prússia, o príncipe Guilherme da Prússia, o príncipe Frederico Luís da Prússia, o príncipe Henrique da Prússia, o príncipe Guilherme da Prússia, o grão-duque Jorge I de Mecklemburgo-Strelitz, Carlos de Mecklemburgo-Strelitz, a imperatriz Maria Feodorovna da Rússia, a rainha Guilhermina dos Países Baixos, a princesa Augusta Sofia do Reino Unido, a Princesa Hereditária de Hesse-Homburgo, a Duquesa de Gloucester e Edimburgo, a princesa Sofia do Reino Unido, a princesa Alexandrina da Prússia, a princesa Augusta da Prússia, a duquesa Frederica Guilhermina da Prússia, a princesa Maria Ana de Hesse-Homburgo, a princesa Isabel Luísa de Brandemburgo-Schwedt, e a princesa Luísa da Prússia.[1]

Perdeu a vista dum olho durante uma enfermidade infantil em 1828[2] e a do outro num acidente em 1833[3]. Depois da morte de Guilherme IV e a ascensão ao trono da rainha Vitória, a união pessoal de 104 anos dos tronos do Reino Unido e Hanôver chegou ao seu fim devido à lei sálica nos estados germânicos. O duque de Cumberland ocupou então o trono de Hanôver como o rei Ernesto Augusto I e o príncipe Jorge de Cumberland converteu-se em príncipe herdeiro de Hanôver. Como descendente legítimo da linha masculina de Jorge III, seguiu sendo membro da família real britânica e era o segundo na linha sucessória ao trono britânico até o nascimento da primeira filha da rainha Vitória, a princesa Vitória, em 1841. Estando totalmente cego, houve dúvidas sobre a capacidade do príncipe para ascender ao trono de Hanôver; mas o seu pai decidiu que estava capacitado para o cargo.

Rei de Hanôver[editar | editar código-fonte]

O príncipe herdeiro sucedeu ao seu pai como Rei de Hanôver e Duque de Brunsvique-Luneburgo, assim como Duque de Cumberland e Teviotdale, e Conde de Armagh em 18 de novembro de 1851, assumindo o nome de Jorge V. De seu pai e do seu tio materno, o príncipe Carlos de Mecklemburgo-Strelitz (1785—1837), um dos homens mais influentes na corte do Reino da Prússia, Jorge aprendeu a ter um forte e autocrático ponto de vista da autoridade real.

Durante o seu reinado de 25 anos, teve muitas disputas com o Landtag de Hanôver (o parlamento). Tendo apoiado o Império Austríaco na dieta da Confederação Germânica em junho de 1866, refutou, contrário aos desejos do parlamento, aceitar a demanda prussiana duma neutralidade sem armas durante a Guerra Austro-Prussiana. Como resultado, o exército prussiano ocupou Hanôver, o seu exército rendeu-se em 29 de junho de 1866 e o rei e a família real refugiaram-se na Áustria. O Reino da Prússia anexou formalmente Hanôver em 20 de setembro, mas o deposto rei nunca renunciou aos seus direitos ao trono nem reconheceu as ações prussianas. Desde o exílio em Gmunden, Áustria, apelou em vão às grandes potências europeias para que interviessem nos assuntos de Hanôver.

O rei apoiou o desenvolvimento industrial - em 1856 o "Georgs-Marien-Bergwerks-und Hüttenverein" foi fundado, que foi nomeado em homenagem ele e sua esposa. A empresa levantou obras de ferro e aço que davam a cidade Georgsmarienhütte seu nome.

O rei Jorge V morreu em Paris. Foi enterrado na Capela de São Jorge, no castelo de Windsor.

Títulos e estilos[editar | editar código-fonte]

  • 27 de maio de 1819 – 20 de junho de 1837: Sua Alteza Real o príncipe Jorge de Cumberland
  • 20 de junho de 1837 – 18 de novembro de 1851: Sua Alteza Real, Príncipe-Herdeiro de Hanôver
  • 18 de novembro de 1851 – 12 de junho de 1878: Sua Majestade, o Rei de Hanôver

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Jorge V de Hanôver e família Litografia por Conrad L’Allemand, 1855

Jorge V casou em 18 de fevereiro de 1843 em Hanôver com a princesa Maria de Saxe-Altemburgo, a filha mais velha de José de Saxe-Altemburgo, e a sua mulher, a duquesa Amélia de Württemburg. O matrimônio deu como frutos 3 filhos:

  • Ernesto Augusto, Príncipe Herdeiro de Hanôver (21 de setembro de 1845-14 de novembro de 1923), príncipe herdeiro de Hanôver até 20 de setembro de 1866; sucedeu ao seu pai como 3º duque de Cumberland e Teviotdale e conde de Armagh em 12 de junho de 1878; sucedeu ao seu primo, o duque Guilherme de Brunswick-Wolfenbüttel (1806-1884) em 18 de outubro de 1884, mas foi privado de reinar em Hanôver pelo Bundesrat (conselho federal do Império Alemão), 1885; casou com a princesa Tira (29 de setembro de 1853-26 de fevereiro de 1933), quinta filha do rei Cristiano IX da Dinamarca e da princesa Luísa de Hesse-Cassel.
  • Frederica de Hanôver (9 de janeiro de 1848-16 de outubro de 1926); casou com Litubert, barão von Pawel-Rammingen (27 de julho de 1843-20 de novembro de 1932).
  • Maria de Hanôver (3 de dezembro de 1849-4 de junho de 1904).

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. The London Gazette (em inglês) 24 de julho de 1819
  2. Carta para o Times datada de 3 de julho por William Christian Sellé
  3. Carta para o Times datada de 5 de julho por William Christian Sellé

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Alexander Dylong: Hannovers letzter Herrscher. König Georg V. zwischen welfischer Tradition und politischer Realität. MatrixMedia, Göttingen 2012. ISBN 978-3-932313-49-3
  • Gudrun Keindorf und Thomas Moritz (Hrsg. im Auftrag des Vereins „Freunde der Burg Plesse“ e.V.): „Größer noch als Heinrich der Löwe.“ König Georg V. von Hannover als Bauherr und Identitätsstifter. Begleitband zur Ausstellung. Staats- und Universitätsbibliothek Göttingen, Paulinerkirche. Mecke Verlag, Duderstadt 2003. ISBN 3-936617-16-3
  • Georg Schnath (1964) "Georg V. ". In Neue Deutsche Biographie (NDB). 6. Berlim: Duncker & Humblot. pp. 214 et seq.. (full text online) (em alemão)
  • Karl Wippermann (1878) (em alemão). "Georg V., Friedrich Alexander Karl Ernst August". In Allgemeine Deutsche Biographie (ADB). 8. Leipzig: Duncker & Humblot. pp. 657–670. (Mit Korrektur)
  • G. M. Willis (Hrsg.): Hannovers Schicksalsjahr 1866 im Briefwechsel König Georgs V. mit der Königin Marie. Hildesheim 1966.
  • Ideen und Betrachtungen über die Eigenschaften der Musik, Helwing, Hannover 1839 (Digitalisat)
  • Über Musik und Gesang, Holzhausen, Wien 1879 (Digitalisat)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Jorge V de Hanôver


Jorge V de Hanôver
Casa de Hanôver
Ramo da Casa de Guelfo
27 de maio de 1819 – 12 de junho de 1878
Precedido por
Ernesto Augusto I
Royal Hanover Inescutcheon.svg
Rei de Hanôver
18 de novembro de 1851 – 20 de setembro de 1866
Monarquia abolida
Anexado pela Prússia