Jorge de Cambridge

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Jorge
Príncipe do Reino Unido
Casa Windsor
Nome completo pt: Jorge Alexandre Luís
en: George Alexander Louis
Nascimento 22 de julho de 2013 (7 anos)
  Hospital de St. Mary, Londres, Reino Unido
Pai Guilherme, Duque de Cambridge
Mãe Catherine Middleton
Irmãos Carlota de Cambridge
Luís de Cambridge
Religião Anglicanismo

Jorge Alexandre Luís (em inglês: George Alexander Louis; nascido em Londres, 22 de julho de 2013) é um príncipe do Reino Unido. Ele é o primeiro filho do príncipe Guilherme, Duque de Cambridge e sua esposa Catarina, Duquesa de Cambridge, sendo neto do príncipe Carlos, Príncipe de Gales e da sua primeira esposa, a Diana Spencer, Princesa de Gales, além de bisneto da atual monarca do Reino Unido, Isabel II, e de seu marido, o príncipe Filipe, Duque de Edimburgo. Jorge ocupa a terceira posição na linha de sucessão dos Reinos da Comunidade de Nações, atrás apenas do seu pai e do seu avô, Carlos, Príncipe de Gales.

Ele tem dois irmãos caçulas: a princesa Carlota de Cambridge e o príncipe Luís de Cambridge.

Nascimento[editar | editar código-fonte]

Aos três dias do mês de dezembro do ano de 2012, o Palácio de St. James anunciou oficialmente a primeira gravidez de Catarina, Duquesa de Cambridge. O anúncio da gravidez foi acompanhado do anúncio de que a duquesa de Cambridge estava internada por causa de complicações na gravidez. Ela sofreu de hiperêmese gravídica, que é um excesso de vômito e fortes náuseas durante a gestação. Com isso, era necessário que ela recebesse hidratação e tivesse uma alimentação reforçada.[1]

A gravidez foi descrita como o orgulho nacional britânico.[2] Já antes do seu nascimento, jornais como The Washington Post diziam que o herdeiro do trono britânico seria "a criança mais famosa do mundo".[1]

Na manhã do dia 22 de julho de 2013, Catarina deu entrada no Hospital de St. Mary, em Londres, em trabalho de parto.[3] O bebê nasceu às 16h24 no horário local pesando 3,79 quilogramas,[4] segundo um comunicado oficial do Palácio de Buckingham. O parto foi acompanhado por Marcus Setchell, ex-ginecologista da rainha, e pelo seu sucessor, Alan Farthing.[5]

No dia 24 de julho de 2013, o Palácio de Kensington anunciou oficialmente o nome do herdeiro, Jorge Alexandre Luís, que remete ao rei Jorge VI do Reino Unido, pai da atual rainha Isabel II do Reino Unido. O nome era um dos mais cotados nas casas de apostas britânicas, também um dos mais favoritos entre a população.

Batizado[editar | editar código-fonte]

No dia 23 de outubro de 2013, Jorge foi batizado em comunhão com a Igreja Anglicana na capela do Palácio de St. James. O príncipe teve sete padrinhos.[6]

Jorge foi batizado com água do rio Jordão em uma cerimónia íntima a pedido dos pais, ao contrário das festas reais habituais. Apenas 22 convidados, incluindo a bisavó, a Rainha Isabel II do Reino Unido assistiram a cerimónia.

Além dos pais, irmãos e irmã dos Cambridge, a lista dos "escolhidos" incluiu ainda os sete padrinhos e madrinhas do príncipe, amigos de infância ou da universidade dos pais. Os padrinhos dele são: Oliver Baker (amigo próximo do casal que estudou junto na St. Andrew's University), Emilia Jardine-Paterson (amiga próxima da duquesa), Hugh Grosvenor, 7.º Duque de Westminster (amigo próximo do duque), Jamie Lowther-Pinkerton (ex-secretário particular dos seus pais e amigo próximo do casal), Julia Samuel (amiga próxima do duque), William van Cutsem (amigo próximo do duque) e Zara Tindall (prima do duque).[7]

Sinal de ruptura com a tradição, Zara Tindall, prima em primeiro grau de Guilherme, é a única madrinha pertencente à família real britânica.[8]

Criação[editar | editar código-fonte]

Sendo o primeiro filho do casal, Jorge tem dois irmãos menores: a princesa Carlota de Cambridge e o príncipe Luís de Cambridge. Através do seu pai, pertence de nascimento à família real britânica da Casa de Windsor, sendo também um descendente colateral da aristocrática família Spencer, por ser o primeiro neto de Lady Diana Spencer, Princesa de Gales e bisneto de John Spencer, 8.º Conde Spencer. Ele ainda é um sobrinho-neto do atual Charles Spencer, 9.º Conde Spencer.

Educação escolar[editar | editar código-fonte]

O príncipe começou os seus estudos de educação infantil em 6 de janeiro de 2016 na Westacre Montessori School, escola situada a cerca de 20 minutos de carro do prédio de Anmer Hall (em Norfolk na Inglaterra; próximo de Sandringham House), a casa de campo onde ele mora com seus pais e os irmãos. A Clarence House deu destaque ao fato no site oficial[9] e os Duques de Cambridge divulgaram duas fotos oficiais inéditas para marcar a ocasião.[10]

Em 7 de setembro de 2017, George começou a frequentar a escola Thomas's Batters em Londres. Ele foi ao primeiro dia de aula acompanhado do pai. A mãe, Catarina, Duquesa de Cambridge, não pode acompanhá-lo por causa dos fortes enjoos que sofria devido à terceira gravidez.[11]

Aparições públicas[editar | editar código-fonte]

O príncipe Jorge não costuma participar de eventos oficiais da família real britânica. Os seus pais também procuram evitar expô-lo constantemente na mídia, tendo, inclusive, denunciado o extremo assédio dos fotógrafos na busca de fotos da família.[12]

No entanto, em ocasiões especiais, como seu próprio nascimento e batizado[13], bem como o nascimento e batizado de sua irmã, fotos costumam ser divulgadas. Houve também uma intensa divulgação sobre o príncipe quando, aos oito meses, pela primeira vez, os pais o levaram para uma viagem ao exterior.[14]

Em março de 2016, ele e a família passaram alguns dias nos Alpes franceses e novas fotos oficiais foram divulgadas.[15] Meses depois, em abril, ele posou com sua bisavó, avô e pai para uma foto comemorativa pelos 90 anos da rainha.[16] Dias depois, ele foi protagonista em uma recepção de seus pais ao presidente Barack Obama.[17]

A Clarence House mantém uma página dedicada ao príncipe Jorge no site oficial.[18]

Viagens internacionais[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2014, Jorge fez a sua primeira viagem oficial ao exterior. Ele visitou a Austrália e Nova Zelândia com os pais.[19] Ele também já viajou com os pais e a irmã para o Canadá e Polônia.

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

Em 2017, após aparecer em uma foto em pose que alguns chamaram de "afeminada", ele foi chamado de "ícone gay" por uma revista. "Sexualizar uma criança é algo doentio", devolveu o líder do partido Traditional Unionist Voice.[20]

Por outro lado, a possibilidade foi comemorada inclusive por um padre escocês que disse que um príncipe gay melhoraria a igualdade entre os gêneros.[21]

Títulos, honras e homenagens[editar | editar código-fonte]

  • 22 de julho de 2013 - presente: "Sua Alteza Real, príncipe Jorge de Cambridge"

Com o seu nascimento, o bebê recebeu o título de príncipe do Reino Unido e o tratamento de "Sua Alteza Real"[22]. Deve ser tratado oficialmente pelo título de "Sua Alteza Real, Príncipe George de Cambridge". Todos os filhos e filhas nascidos do Duque e da Duquesa de Cambridge se beneficiarão do tratamento de "Sua Alteza Real" e o título de "Príncipe" ou "Princesa" do Reino Unido. Anteriormente, tal privilégio era reservado apenas ao filho mais velho do primogênito do soberano, mas a rainha Isabel II do Reino Unido modificou esta regra no final de 2012 por meio de uma carta-patente.[23]

Por ocasião de seu batizado, Jorge recebeu a sua primeira homenagem oficial: uma moeda em ouro e prata onde se lia "Para celebrar o batizado do Príncipe Jorge de Cambridge".


Os pais, os duques de Cambridge, enquanto Catarina estava grávida.
Boletim oficial com anúncio do nascimento em frente ao Palácio de Buckingham.
Fonte da Trafalgar Square iluminada em azul para anunciar que o bebê nasceu como menino.

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Nasce filho de Kate Middleton e do príncipe William» (html). EGO. 22 de julho de 2013. Consultado em 22 de julho de 2013 
  2. http://www.thetelegraphandargus.co.uk/news/10558071.Campaign_launched_to_show_national_pride/
  3. «Nasce primeiro filho de Kate Middleton e príncipe William». Contigo!. 22 de julho de 2013. Consultado em 22 de julho de 2013. Arquivado do original em 26 de julho de 2013 
  4. «Nasce o filho de Kate Middleton e do príncipe William, um menino!» (html). Estrelando. 22 de julho de 2013. Consultado em 22 de julho de 2013 
  5. «Royal baby: Kate gives birth to boy» (em inglês). BBC. 22 de julho de 2013. Consultado em 22 de julho de 2013 
  6. «EGO - Casal real sobre o batizado do príncipe George: 'Bastante animados'». Globo.com. 23 de outubro de 2013. Consultado em 23 de outubro de 2013 
  7. «Prince William's inner social circle - who are his most trusted friends?». HELLO! (em inglês). 27 de março de 2019. Consultado em 26 de janeiro de 2021 
  8. SAPO. «Pesquisa por: expresso sapo». SAPO. Consultado em 26 de janeiro de 2021 
  9. «Prince George nursery announcement». www.princeofwales.gov.uk. Consultado em 22 de janeiro de 2016 
  10. «O primeiro dia de creche do príncipe George». Caras. Consultado em 22 de janeiro de 2016 
  11. «Acompanhado do pai, príncipe George vai para a escola pela primeira vez». Folha de S.Paulo. 7 de setembro de 2017. Consultado em 8 de abril de 2021 
  12. «Príncipe William denuncia assédio dos paparazzi a seu filho». Mundo. Consultado em 22 de janeiro de 2016 
  13. «Batizado do príncipe George: A chegada do bebé real à capela». Caras. Consultado em 22 de janeiro de 2016 
  14. «Príncipe George rouba protagonismo aos pais, William e Kate». Caras. Consultado em 22 de janeiro de 2016 
  15. «William e Kate: Todas as fotos das férias na neve com os filhos». Caras. Consultado em 3 de maio de 2016 
  16. «Príncipe George protagonista da fotografia que assinala 90.º aniversário da rainha Isabel II». Caras. Consultado em 3 de maio de 2016 
  17. «Príncipe George conhece Barack e Michelle Obama de pijama». Caras. Consultado em 3 de maio de 2016 
  18. «Prince George». www.dukeandduchessofcambridge.org. Consultado em 22 de janeiro de 2016 
  19. «Kate, William e príncipe George iniciam viagem pela Austrália». Mundo. 16 de abril de 2014 
  20. Bazaraa, Danya (11 de agosto de 2017). «Article about Prince George as 'a gay icon' sparks row». mirror 
  21. «Padre escocês pede orações para que o príncipe George seja gay». G1 
  22. «Nasce primeiro filho de Kate Middleton e príncipe William». Contigo!. 22 de julho de 2013. Consultado em 22 de julho de 2013. Arquivado do original em 26 de julho de 2013 
  23. «Bebê real receberá o título de príncipe ou princesa» (html). Terra. 9 de Julho de 2013. Consultado em 22 de julho de 2013 
  24. «George Mountbatten-Windsor (son of Prince William, Duke of Cambridge) > Ancestors». RoyaList. Consultado em 22 de julho de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons

Precedido por
Guilherme, Duque de Cambridge
Linha de sucessão ao trono britânico
3.º
Sucedido por
Carlota de Cambridge