Jornal de Angola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis publicadas por terceiros (desde maio de 2016).
Por favor, melhore-o, incluindo referências mais apropriadas vindas de fontes fiáveis e independentes.
Fontes primárias, ou que possuem conflito de interesse geralmente não são suficientes para se escrever um artigo em uma enciclopédia.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jornal de Angola
Periodicidade Diário
Formato Standard
Sede Rua Rainha Ginga, 12-26, Luanda
Fundação 1975 (41 anos)
Proprietário Edições Novembro E.P.
Director José Ribeiro
Editor de opinião Ambrósio Clemente
Editor de fotografia Francisco Bernardo
Circulação Cerca de 50 000 em Angola
Página oficial jornaldeangola.sapo.ao

O Jornal de Angola é um jornal diário angolano fundado em 1975, e publicado em Luanda pela editora Edições Novembro.[1] Está sob controlo do Estado angolano.

O jornal publica notícias diárias sobre política interna e externa, economia, desporto, cultura, sociedade e a reconstrução nacional. Sua circulação diária é de cerca de 50 000 exemplares. A folha utiliza ANGOP, Agence France-Presse, Reuters, EFE, Prensa Latina e Lusa como fontes internacionais de notícias. O director-geral das Edições Novembro é José Ribeiro, que também é director da editora.[2]

Até 2008, o jornal era o único quotidiano em Angola após a independência do país em 1975. Para além do jornal impresso, há a edição eletrónica. O jornal mantém escritórios editoriais em todas as dezoito províncias do país.

Referências

  1. «A escola da notícia chamada Jornal de Angola». Jornal de Angola. 26 de junho de 2011. 
  2. «Ficha Técnica e Contactos». Jornal de Angola. Consultado em 2 de maio de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação ou jornalismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.