José Ángel Ziganda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
José Ziganda
Informações pessoais
Nome completo José Ángel Ziganda
Data de nasc. 1 de outubro de 1966 (53 anos)
Local de nasc. Larrainzar, Espanha
Altura 1,85 m
Destro
Apelido Kuko
Informações profissionais
Equipa atual Sem Clube
Posição Treinador
Ex-Atacante
Clubes de juventude
Osasuna
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
19851987
19871991
19911998
19982001
Osasuna B
Osasuna
Athletic Bilbao
Osasuna
0012 0000(4)
0122 000(35)
0264 000(80)
0068 000(19)
Seleção nacional
19911994 Espanha 0002 0000(0)
Times/Equipas que treinou
20052006
20062008
20092010
20112017
20172018
Osasuna B
Osasuna
Xerez
Athletic Bilbao B
Athletic Bilbao
0038
0106
0019
0242
0054

José Ángel "Kuko" Ziganda Lacunza (Larrainzar, 1 de outubro de 1966) é um treinador e ex-futebolista espanhol que atuava como atacante. Atualmente, está sem clube.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Em sua carreira futebolística como jogador, permaneceu sete anos no Osasuna e outros sete no Athletic Club de Bilbao. Fez 111 gols na primeira divisão espanhola, 19 na segunda divisão espanhola, 9 na Copa da UEFA e 6 na Copa do Rei. Se contabilizam na sua história 145 gols.

Disputou uma partida internacional pela (Espanha contra Romênia em 1991.

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Como técnico, foi campeão da Espanha e Osasuna em categorias juvenis internacionais, treinou Osasuna Promesas durante a temporada 05-06 na segunda divisão B e tomou a substituição de Javier Aguirre em 22 de maio de 2006 para a temporada 06-07 ao comando da primeira equipe, junto con seu ajudante Jon Andoni Goikoetxea, em uma forte aposta pela parte da directiva osasunista.

Após sair do Osasuna, assumiu o comando do time B do Athletic Bilbao, conseguindo o feito de levar a filial para a Segunda Divisão Espanhola de 2015–16. Apesar do rebaixamento, Ziganda passou a ser muito elogiado pelo desempenho dentro do clube.

Ao final da temporada de 2016-17, ganhou uma oportunidade de assumir a equipe principal do time Basco, substituindo Ernesto Valverde, que assumira o Barcelona. No entanto, fez uma péssima campanha em todas as competições comandando o Athletic, sendo eliminado da Copa do Rei para o modesto Formentera da terceira divisão espanhola e apresentando desempenhos muito fracos nos jogos da Liga Espanhola. Ganhou fôlego no cargo ao levar o Athletic à classificação na fase de grupos da Liga Europa da UEFA de 2017–18 e avançando até as oitavas-de-final fase na qual o Athletic foi eliminado pelo Olympique de Marseille com duas derrotas nas duas eliminatórias.

Apesar de pressionado pela torcida, foi mantido no cargo até o fim da temporada em função do Athletic não correr riscos de rebaixamento. Ao final da temporada, com um decepcionante 16° lugar no campeonato espanhol (pior posição do Athletic desde 2006), o clube e Ziganda chegaram a um acordo amigável e o treinador deixou o comando da equipe, sendo substituído pelo argentino Eduardo Berizzo.

Jogos com a Seleção Espanhola[editar | editar código-fonte]

Data Competição Local   Placar Adversário Golos
1
17 de abril de 1991 Amistoso Cáceres (Espanha) Flag of Spain.svg Espanha
0 – 2
Flag of Romania.svg Romênia
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) treinador(a) de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.