José Afonso Dias Pimentel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de José Afonso Pimentel)
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde abril de 2017)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Afonso Pimentel
Nome completo José Afonso Dias Pimentel
Nascimento 4 de agosto de 1982 (34 anos)
Lisboa, Portugal
Nacionalidade portuguesa
Ocupação Actor e Realizador
Outros prêmios
Globos de Ouro
Melhor Actor de Cinema

Shooting Stars Award (2006)

IMDb: (inglês)

José Afonso Dias Pimentel (Lisboa, 4 de agosto de 1982) é um actor português.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Estreou-se com 14 anos numa longa-metragem de Luís Filipe Rocha, Adeus Pai (1996), que lhe valeu o Prémio de Melhor Actor Jovem do Festival Internacional de Moscovo e uma nomeação para o Globo de Ouro em 1997.

Em 2003 foi dirigido por João Lourenço no Teatro Aberto, em Demónios Menores de Bruce Graham, trabalhando com o mesmo encenador em A Vida de Galileu de Bertolt Brecht. Em 2006. Participou também na peça Pedras Rolantes de Pedro Ribeiro, numa encenação de António Pires.

Recebeu o Globo de Ouro, na categoria de Melhor Actor, pela interpretação em Coisa Ruim (2005) filme de Tiago Guedes e Frederico Serra. A sua participação consolidou a sua carreira no cinema, colocando-o como um dos actores premiados na lista de Shooting Stars da European Film Promotion desse ano, recebendo das mãos de Judi Dench e Cate Blanchett o Studio Hamburg Shooting Stars Award. Durante os anos de 2008 e 2009 trabalhou como realizador em televisão para produtoras televisivas, como a Plural Entertainment, CBV e Endemol.

Entre os seus trabalhos mais recentes como actor contam-se Mistérios de Lisboa (2010) de Raul Ruiz, Linhas de Wellington (2012) de Valeria Sarmiento, Bairro (2013), pelo qual foi nomeado para o Prémio Sophia da Academia Portuguesa de Cinema de Melhor Actor Secundário, ou Os Gatos Não Têm Vertigens(2014) de António-Pedro Vasconcelos.

Como realizador venceu o Prémio Sophia para a Melhor Curta-Metragem de Ficção com Encontradouro, filme que representou Portugal nas Les Nuits en Or da Academia Francesa de Cinema e fez em 2016, a convite também das Les Nuits en Or, a curta-metragem 2 Minutos com Beatriz Batarda e Alexandra Lencastre, assinando a realização, argumento, montagem e direcção de fotografia.

Cinema - Actor[editar | editar código-fonte]

Cinema - Realizador[editar | editar código-fonte]

Televisão - Actor (Novelas)[editar | editar código-fonte]

Televisão - Actor (Séries e Mini-Séries)[editar | editar código-fonte]

Televisão - Actor (Telefilmes)[editar | editar código-fonte]

Televisão - Realizador[editar | editar código-fonte]

Referências