José Agostinho Bispo Pereira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

José Agostinho Bispo Pereira (Maranhão, Década de 1940 - Maranhão, 8 de Fevereiro de 2011) é um ex-lavrador brasileiro acusado de estuprar as duas filhas com quem teve sete filhos-netos com uma delas, além de ter abusado de duas dessas crianças desde 1993.

Em 8 de junho de 2010, ele foi preso na cidade Pinheiro, no Maranhão e indiciado pela Polícia Civil do Maranhão por cinco crimes que incluem estupro, abandono de incapaz e abandono intelectual. O caso teve repecussão tanto no Brasil e no Mundo nos dias seguintes e o ex-lavrador foi comparando com o austríaco Josef Fritzl, que manteve a filha trancada em um porão por 24 anos, onde era estuprada e teve seis filhos dele, sendo chamado de Fritzl Brasileiro.

Foi assassinado durante um motim no presidio de Pedrinhas, sendo decapitado por outros detentos. [1]

Referências

  1. Daniel Favero (26 de junho de 2010, 13h51, atualizado às 14h14). «Casos semelhantes ao de Fritzl são considerados normais no MA». Terra. Consultado em 5 de julho de 2010  Verifique data em: |data= (ajuda)