José Asmuz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
José Asmuz
Nascimento 21 de novembro de 1927
São Francisco de Paula, RS
Morte 1 de agosto de 2016 (89 anos)
Porto Alegre, RS
Nacionalidade brasileira
Ocupação piloto de automobilismo e dirigente esportivo

José Asmuz (São Francisco de Paula, 21 de novembro de 1927Porto Alegre, 1 de agosto de 2016) foi um piloto de automobilismo e dirigente esportivo brasileiro. Foi presidente do Sport Club Internacional por seis anos em duas oportunidades: em 1980/81 e 1990/93. Emprestou seu nome para batizar uma parte do Jardim Dona Leopoldina.[1]

Faleceu na madrugada do dia 1 de agosto de 2016, aos 89 anos, vítima de uma parada cardíaca, sendo velado no Salão Nobre do Beira-Rio. A notícia foi divulgada, via Facebook, pela filha do ex-dirigente colorado, Roberta Asmuz.[2][3]

Piloto de carreteras[editar | editar código-fonte]

Da década de 1950 até o ano de 1968 foi piloto de carreteras (cupês Ford ou Chevrolet modificados com motores V8 de Corvette ou de Ford Thunderbird), se tornando vitorioso, e também maior rival de Catarino Andreatta, na época, o maior piloto de carreteras do Rio Grande do Sul. [4][5]

Foi campeão gaúcho de automobilismo em 1963.[6]

Com a vitória dos paulistas Jan Balder e Chico Landi nos 250 Quilômetros de Porto Alegre em 1968, a bordo de uma BMW 2002, ele e outros pilotos gaúchos perceberam que a época de ouro dos cascudos já havia acabado. A partir de 1970 passou a competir de Chevrolet Opala, chegando inclusive, a fazer dupla com o radialista e também piloto Pedro Carneiro Pereira, até se aposentar em meados dos anos 1970.

Foi citado como ídolo por Emerson Fittipaldi.[7]

Dirigente do Inter[editar | editar código-fonte]

O Internacional foi o primeiro clube do Rio Grande do Sul a ser finalista da Libertadores; empatou no Estádio Beira-Rio em 0 x 0 mas perdeu por 1 x 0 no jogo de volta no Estádio Centenário para o Nacional do Uruguai.

Paulo Roberto Falcão, que jogava no Internacional desde 1973, foi contratado pela Roma depois da final da Libertadores.

Títulos conquistados[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Morre ex-presidente do Inter José Asmuz». Zero Hora. 1 de agosto de 2016. Consultado em 1 de agosto de 2016 
  2. «Morre o ex-presidente do Inter José Asmuz». www.correiodopovo.com.br. Consultado em 1 de agosto de 2016 
  3. «Inter Notícias - Notícias do Sport Club Internacional». www.internacional.com.br. Consultado em 1 de agosto de 2016. Arquivado do original em 13 de janeiro de 2018 
  4. nobresdogrid.com.br (10 de novembro de 2011). «Catharino Andreatta». Consultado em 12 de agosto de 2014 
  5. «José Asmuz virou lenda do automobilismo com recorde de velocidade no tempo das Carreteras». 1 de agosto de 2016. Consultado em 2 de agosto de 2016 
  6. Paula Andreatta Maduro (2010). «Memórias do Automobilismo de rua em Porto Alegre, Rio Grande do Sul (décadas de 1920 - 1950)» (PDF). p. 61. Consultado em 12 de agosto de 2014 
  7. bandeiraquadriculada.com.br (1 de setembro de 2008). «Emerson Fittipaldi». Consultado em 12 de agosto de 2014 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

FONSECA, José Carlos Santos da. São Francisco de Paula - Rio Grande do Sul - História, encantos e mistérios - Volume I. Editora Evangraf. 2011.

Soccer stub.svg Este artigo sobre futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.