José Couceiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
José Couceiro
José Couceiro
Couceiro em 2011, como treinador do Lokomotiv Moscow
Informações pessoais
Nome completo José Júlio de Carvalho Peyroteo Martins Couceiro
Data de nasc. 4 de Outubro de 1962
Local de nasc. Lisboa, Portugal Portugal
Informações profissionais
Equipa atual Portugal Vitória de Setúbal
Posição Ex–Defesa
Função Treinador
Times/Equipas que treinou
2002–2004
2004–2005
2005
2005–2006
2006–2007
2008
2008–2010
2009–2010
2011
2011–2012
2013–2014
2014–2015
2016–
Alverca
Vitória de Setúbal
Porto
Belenenses
Portugal Sub-21
Kaunas
Lituânia
Turquia Gaziantepspor
Portugal Sporting CP (interino)
Rússia Lokomotiv Moscow
Portugal Vitória de Setúbal
Portugal Estoril Praia
Portugal Vitória de Setúbal
.
.
.
.
.
.
.
.
.
0016
0030
0033
0

José Júlio de Carvalho Peyroteo Martins Couceiro (Lisboa, 4 de Outubro de 1962) é um treinador de futebol português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho do engenheiro José Júlio Martins Couceiro (Angola, 1928 - 30 de Setembro de 2005) e de sua mulher Maria Manuela de Carvalho Peyroteo, sobrinho-neto de Fernando Peyroteo, primo-sobrinho de Herlander Peyroteo, meio-sobrinho-neto de Berta de Bivar, primo-sobrinho-trineto em 2.º grau de Augusto de Vasconcelos e de António de Vasconcelos Corrêa e sobrinho-5.º-neto do 1.º Visconde de Torres Novas e 1.º Conde de Torres Novas e do 2.º Conde de Torres Novas.

José Couceiro é um treinador de futebol que começou a sua carreira no Alverca, onde começou por ser administrador da SAD e sucessivamente treinador da equipa principal de futebol. Saiu do Alverca para o Vitória de Setúbal em 2004 e fez uma grande 1.ª metade do campeonato, lançando as bases para aquela que viria a ser a equipa vencedora da Taça de Portugal. Ganhando o prémio de melhor treinador português.

Foi na mesma época para o FC Porto onde espantosamente não conseguiu alcançar o título nacional. Em 2005 foi para o Belenenses, onde não conseguiu escapar à zona de despromoção (embora a equipa do Restelo tenha permanecido no campeonato principal, devido ao Caso Mateus), mesmo contando com o jogador camaronês Meyong que conquistou o título de melhor marcador da Liga.

De seguida, foi treinar a selecção nacional portuguesa de sub-21, em simultâneo com a selecção nacional de sub-20. A selecção de sub-21 fez sempre grandes campanhas de qualificação para os Campeonatos da Europa, conseguindo o apuramento para os Europeus de 2006 e 2007. No entanto, nas fases de grupos destes campeonatos, ficou sempre em 3º lugar, falhando a passagem às semi-finais.

No play-off de apuramento para as Olimpíadas 2008, a selecção foi derrotada pela Itália nas grandes penalidades. Na selecção de sub-20 fez uma razoável campanha de qualificação para o campeonato do Mundo 2007, e, na fase final, a selecção chegou ao TOP 16, mas inesperadamente não alcançou os quartos-de-final.

Em 2008 acumulou os cargos de treinador da selecção da Lituânia e o Kaunas no campeonato da Lituânia. Em 2009 após ter deixado o Kaunas, assumiu o Gaziantepspor, do campeonato turco.[1]

Em Dezembro de 2010 foi anunciado pelo Sporting Clube de Portugal como Director-Geral da Sporting SAD assumindo a responsabilidade da gestão de toda a estrutura do futebol da Sociedade, assegurando a coordenação do Futebol Profissional e do Futebol de Formação, reportando ao Conselho de Administração.[2]

A 26 de Fevereiro de 2011, após a renúncia de Paulo Sérgio, tornou-se no treinador do Sporting Clube de Portugal, sendo substituído por Domingos Paciência, a 23 de Maio do mesmo ano..[3][4] meses depois, acertou com o Lokomotiv Moscou .[5]

É casado com Clara e pai de três filhas: Catarina (1991), Sofia (1994) e Beatriz (1996).

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um treinador de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Precedido por
Víctor Fernández
Técnico do Porto
2004-2005
Sucedido por
Co Adriaanse