José Medeiros Ferreira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
José Medeiros Ferreira
José Medeiros Ferreira
Ministro(a) de Portugal Portugal
Período I Governo Constitucional
  • Ministro dos Negócios Estrangeiros
Antecessor(a) -
Sucessor(a) Mário Soares
Dados pessoais
Nascimento 1942
Ponta Delgada, Açores
Morte 18 de março de 2014 (72 anos)
Lisboa, Portugal
Partido PS (1974–1979), Reformadores (1979 – 1985), PRD (1985– ?), PS (? - )
Profissão Professor

José Manuel de Medeiros Ferreira GCIHGCL (Ponta Delgada[Nota 1], 1942Lisboa, 18 de março de 2014) foi um professor universitário, e político português, tendo feito parte do primeiro Governo Constitucional de Portugal, em 1976.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Licenciou-se em História, pela Universidade de Genebra, em 1972, e doutorou-se em História Institucional e Política, pela Universidade Nova de Lisboa, em 1991. Dedicou a sua vida profissional ao ensino universitário, que conciliou com uma ativa colaboração nos meios de comunicação social. Foi assistente na Faculdade de Ciências Económicas e Sociais da Universidade de Genebra (1972–1974) e assistente convidado da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (1981–1991), onde passou a professor auxiliar (1991–1999). Foi professor associado da mesma faculdade (desde 1999). Foi membro do Instituto de História Contemporânea e presidiu ao Conselho Geral da Universidade Aberta (desde 2009). Foi autor de várias obras no domínio das Relações Internacionais, cronista no Diário de Notícias, blogger no Bichos Carpinteiros e comentador desportivo da Antena 1, onde representava o Benfica no programa Grandes Adeptos.

Medeiros Ferreira foi eleito deputado à Assembleia Constituinte (1975) e chamado a exercer o cargo de Ministro dos Negócios Estrangeiros do I Governo Constitucional (1976–1978), chefiado por Mário Soares.

Conotado com a ala direita ou reformista do Partido Socialista, formaria com António Barreto e Francisco Sousa Tavares, o Movimento Reformador ou Movimento dos Reformadores, em 1978. Este movimento viria, em 1979, a juntar-se à Aliança Democrática, coligação chefiada por Francisco Sá Carneiro, que incluía, além do PSD de Sá Carneiro, o CDS de Diogo Freitas do Amaral e o PPM de Gonçalo Ribeiro Telles; embora nenhum dos reformadores tenham feito parte dos governos da AD. Mais tarde, Medeiros Ferreira retirava o seu apoio à AD, até que, em 1985, o movimento terminou a sua existência. Em 1985 Medeiros Ferreira está com o general António Ramalho Eanes na criação do Partido Renovador Democrático, formação que, ao apresentar-se a votos nas eleições legislativas de 1985, provocará um grande abalo no resultado eleitoral do PS. Medeiros Ferreira voltaria depois ao PS.

A 13 de Julho de 1981 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.[1]

Um dos relatórios vazados no site wikileaks reporta a participação de Medeiros Ferreira na reunião do "Bilderberg Group" realizada em Aachen na Alemanha, a 18, 19, e 20 de Abril de 1980.[2]

A 9 de Junho de 1998 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade.[1] Foi comentador no programa Prova dos 9 da TVI24 e em diversos programas da SIC Notícias.

Morreu a 18 de março de 2014, aos 72 anos.[3]

Funções governamentais exercidas[editar | editar código-fonte]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Ensaio histórico sobre a Revolução do 25 de Abril - o período pré-constitucional (1983)

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. O nascimento ocorreu na ilha da Madeira, tendo sido transportado para os Açores, onde foi registado.

Referências

  1. a b «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "José Manuel de Medeiros Ferreira". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 12 de fevereiro de 2015 
  2. «Reunião do Grupo Bildeberg de 1980». Wikileaks.org. Consultado em 11 de maio de 2009 
  3. Morreu Medeiros Ferreira, o lúcido e irónico "senhor Europa", Público, 18/03/2014.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
-
Ministro dos Negócios Estrangeiros
I Governo Constitucional
Sucedido por
Mário Soares
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.