José Tarciso de Souza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre alguém que morreu recentemente.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (data da marcação: 08 de dezembro de 2018; editado pela última vez em 6 de dezembro de 2018)
Twemoji 1f464.svg
Tarciso
Informações pessoais
Nome completo José Tarciso de Souza
Data de nasc. 15 de setembro de 1951
Local de nasc. São Geraldo (MG), Brasil
Falecido em 5 de dezembro de 2018 (67 anos)
Local da morte Porto Alegre, (RS)
Apelido Flecha Negra
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Ponta-direita
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1970-1973
1973-1986
1986
1987-1988
1989
1990
1990
Brasil América/RJ
Brasil Grêmio
Brasil Goiás
Paraguai Cerro Porteño
Brasil Coritiba
Brasil Goiânia
Brasil São José (RS)

721 0(226)
Seleção nacional
Brasil Brasil 8 (1)
José Tarciso de Souza
Vereador de Porto Alegre
Período 1 de janeiro de 2009
a 5 de dezembro de 2018
(3 mandatos consecutivos)
Partido PDT (2004-2016)
PSD (2016-2018)

José Tarciso de Sousa, mais conhecido como Tarciso Flecha Negra (São Geraldo, 15 de setembro de 1951Porto Alegre, 5 de dezembro de 2018), foi um futebolista e político brasileiro, conhecido especialmente pela carreira construída no Grêmio, onde é recordista de partidas e gols marcados.

Carreira futebolística[editar | editar código-fonte]

Nascido em Minas Gerais, Tarciso iniciou a carreira como atacante no America - RJ, e, após destacar-se, transferiu-se em 1973 para o Grêmio. No clube gaúcho, enfrentou a hegemonia do Internacional nos campeonatos regionais até 1977, quando o próprio Grêmio a quebrou. Fez parte do elenco vitorioso da equipe na década de 80, onde foi Campeão Brasileiro de 1981, da Copa Libertadores de 1983 e do Mundial de Clubes de 1983.

É reconhecido como o jogador que mais atuou com a camiseta do clube, por 726 vezes, entre 1973 e 1986. Também é o segundo jogador que mais marcou com a camisa tricolor, tendo feito 222 gols no mesmo período.[1]

Com a ascensão de Renato Portaluppi, que começou a destacar-se no ano de 1982, perdeu a titularidade da ponta direita, sendo vendido em seguida ao Goiás. Ganhou títulos também no Goiás e no Club Cerro Porteño.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Foi empresário e político em Porto Alegre, mantendo uma escolinha de futebol desde a década de 1990 (chamada Gauchito), e trabalhou com projetos comunitários ensinando futebol às crianças carentes.

Após tentar eleger-se vereador de Porto Alegre nas eleições de 2004, pelo PDT, sem sucesso, foi eleito em 2008, reeleito em 2012 e 2016, adotando seu nome político de Tarciso Flecha Negra. Posteriormente, filiou-se ao PSD.


Morte[editar | editar código-fonte]

Tarciso faleceu em 5 de Dezembro de 2018, em decorrência de um tumor ósseo. Estava internado no Hospital São Lucas da PUCRS, em Porto Alegre, há poucos dias.

Em decorrência do falecimento, prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr. decretou luto oficial de três dias na cidade. [2]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Grêmio
Goiás
Cerro Porteño

Referências

  1. «Morre Tarciso, um dos maiores ídolos da história do Grêmio». Globoesporte. Consultado em 5 de dezembro de 2018 
  2. «Amigos, familiares e ex-colegas se despedem de Tarciso, ídolo do Grêmio». GaúchaZH. 5 de dezembro de 2018. Consultado em 5 de dezembro de 2018 
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.