José Viana Vaz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
José Viana Vaz
Governador do Maranhão
Período 1890 até 1891
Antecessor Manuel Inácio Belfort Vieira
Sucessor Tarquínio Lopes
Deputado Provincial do Maranhão
Período 1889 até 1890
Deputado geral do Maranhão
Período 1881 até 1885
Dados pessoais
Nascimento 22 de junho de 1852
São Luís, Província do Maranhão
Império do Brasil
Morte 05 de janeiro de 1922 (69 anos)
São Luís, Maranhão
Brasil
Nacionalidade brasileiro

José Viana Vaz (São Luís, 22 de junho de 1852 — São Luís, 05 de janeiro de 1922) foi um político brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de José Caetano Vaz Júnior, Ex-Governador do Maranhão e neto do Dr. José Caetano Vaz, médico residente na Vila de Caxias desde ano 1823[1].

Formou-se pela Faculdade de Direito do Recife em 1878, e ainda estudante fundou, em 1877, ao lado de Antônio de Almeida Oliveira e Sousa Freitas, o periódico O Democrata. Ingressou na política filiando-se ao Partido Liberal. Eleito deputado geral pelo Maranhão pela primeira vez em 1881, exerceu o mandato até 1885. Em 1886, agora com Casimiro Dias Vieira Júnior, fundou o jornal O Liberal, e em 1889 foi eleito deputado à Assembleia provincial maranhense.

Já na República, em 5 de junho de 1890 foi nomeado fiscal de empréstimo à lavoura do Banco Hipotecário e Comercial do Maranhão. No governo do capitão-tenente Manuel Inácio Belfort Vieira, iniciado em 25 de julho do mesmo ano, foi nomeado vice-governador do Maranhão, assim como Tarquínio Lopes. Em 28 de outubro seguinte assumiu o governo do estado em substituição ao titular. Estimulou a agricultura, a partir do financiamento do crédito, incentivou a construção de fábricas de tecidos e bens de consumo e elevou alguns povoados à categoria de vila. No âmbito educacional, criou várias escolas e introduziu as cadeiras de história e corografia do Brasil no Liceu Maranhense. Em 24 de novembro de 1890 foi nomeado juiz seccional do Maranhão, para instalar a Justiça Federal do estado. Tomou posse em 3 de março de 1891 e no dia seguinte transmitiu o governo a Tarquínio Lopes. Permaneceria como juiz seccional por 31 anos. Auxiliou com seus conhecimentos jurídicos na elaboração da primeira Constituição republicana maranhense.

Foi ainda inspetor de instrução pública em São Luís e primeiro diretor da Faculdade de Direito do Maranhão.

Faleceu em São Luís no dia 5 de janeiro de 1922.

Referências

  1. CONS. JUST. FED. Repertório; MARQUES, C. Dicionário; MEIRELES, M.. História; PLANALTO. Disponível em: <"http://www.planalto.gov.br/infger_07/governadores/GOV-MA.htm
Precedido por
Manuel Inácio Belfort Vieira
Governador do Maranhão
1890-1891
Sucedido por
Tarquínio Lopes