José do Egito (minissérie)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
José do Egito
Informação geral
Formato Minissérie
Gênero
Duração 60 minutos
Criador(es) Vivian de Oliveira[1]
País de origem Brasil
Idioma original Português
Hebraico
Produção
Diretor(es) Alexandre Avancini[1]
Câmera Multicâmera
Distribuída por Warner Bros. Entertainment
Elenco
Tema de abertura "Egitopen", Daniel Figueiredo
Compositor da música tema Daniel Figueiredo
Exibição
Emissora de televisão original RecordTV
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Transmissão original 30 de janeiro9 de outubro de 2013
N.º de episódios 38

José do Egito foi uma minissérie brasileira, produzida pela RecordTV e distribuída pela Warner Bros. Entertainment, exibida originalmente de 30 de janeiro a 9 de outubro de 2013.[2] Escrita por Vivian de Oliveira e com direção geral de Alexandre Avancini[1], direção de Vivianne Jundi, Hamsa Wood e Armê Manente, José do Egito é a quarta minissérie épica produzida pela RecordTV, após A História de Ester (2010), Sansão e Dalila (2011) e Rei Davi (2012). Inicialmente planejada para ser exibida em 28 capítulos[1], devido à boa recepção do público foi reeditada e exibida em 38 capítulos.

Ângelo Paes Leme interpreta o personagem-título, um homem íntegro que é vendido como escravo pelos irmãos e passa por diversas humilhações antes de descobrir seu dom de interpretar os sonhos e se reerguer ao ponto de se tornar o rei do Egito, tendo seu amor disputado pela generosa Azenate, interpretada por Maytê Piragibe, e pela inescrupulosa Sati, papel de Larissa Maciel. O elenco ainda conta com Iran Malfitano, Bianca Rinaldi, Leonardo Vieira, Vitor Hugo, Guilherme Winter, Caio Junqueira, Samara Felippo eTaumaturgo Ferreira nos demais papeis centrais.

Produção[editar | editar código-fonte]

Foram investidos mais de R$ 60 milhões[3], colocando-a entre as produções mais caras da história da TV brasileira. A minissérie teve cenas gravadas no Chile no Deserto do Atacama, Egito, Israel e no RecNov. Destaque para a qualidade das imagens exibidas, que contou com câmeras digitais Arri Alexa[4], utilizadas em grandes produções de Hollywood, e que conferem qualidade surpreendente, principalmente quando vistas num televisor em alta definição. Ao todo foram 300 profissionais envolvidos, entre produção, equipe técnica e atores (49 atores ao todo). Para a gravação da minissérie foram construídas duas cidades cenográficas, que representam a cidade Avares, com mais de 5500m², e a cidade de Hebron com mais de 2000m². Também foi construído um acampamento de 3000m². Ao todo as cidades cenográficas demandaram um investimento de R$ 7 milhões.[5]

O lançamento em DVD de foi realizado pela Warner Bros. Entertainment em maio de 2017. Os discos são vendidos separadamente em quatro DVDs. A saga de José pode ser encontrada nas principais lojas virtuais do Brasil.[6]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A história de José conta a saga de um homem íntegro e indulgente, que após ser vendido como escravo pelos irmãos é levado para o Egito, onde é injustiçado, caluniado, preso e humilhado. Mas tudo o que José toca prospera porque ele tem dom de interpretar sonhos. E é assim, prevendo fartura e fome para o Egito, através dos sonhos que atormentam o Faraó, que José se transforma no governador de toda aquela nação. Mais tarde, quando o mundo não tem o que comer, é José quem alimenta os irmãos que tanto o odiaram no passado. A vida de José é um exemplo de pureza, paciência, amor e perdão.[7]

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Ângelo Paes Leme José Paddan do Egito
Maytê Piragibe Azenate
Larissa Maciel Sati
Iran Malfitano Hapu
Bianca Rinaldi Tany
Leonardo Vieira Faraó Apopi
Vitor Hugo Judá Paddan
Guilherme Winter Rubem de Israel Paddan
Caio Junqueira Simeão Paddan
Samara Felippo Diná Paddan
Taumaturgo Ferreira Potifar
Eduardo Lago Pentephres
Camila Rodrigues Tamar
Paulo Nigro Siquém
Denise Del Vecchio Lia Paddan
Mylla Christie Raquel Paddan
Celso Frateschi Jacó
Carla Cabral Bila Mut
Andréa Avancini Zilpa Mayan
Felipe Cardoso Levi de Israel Paddan
Gustavo Leão Benjamim Paddan
Caetano O'Maihlan Gibar
Sandro Rocha Seneb
Rafael Sardão Nekau
Babi Xavier Elisa
Henri Pagnoncelli Hamor
Juliana Boller Mara
Maurício Ribeiro Manassés
Bruno Padilha Kedar
João Vitor Silva Selá
Edu Porto Issacar Paddan
Acacio Ferreira Zebulom Paddan
Wendell Duarte Aser Mayan
Vasco Valentino Gade Mayan
Fernando Sampaio Naftali Mut
Eduardo Spinetti Dã Mut
Nanda Ziegler Naamá
Thelmo Fernandes Jetur
Henrique Ramiro Onã
Eliete Cigarini Gran Sacerdotisa
Joelson Medeiros [Mitri
Elder Gatelly Hira
Janaína Moura Rebecca
Daniel Bouzas Thot
Binho Beltrão Er

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Ricky Tavares José (jovem)
Anna Rita Cerqueira Azenate (jovem)
Marcela Barrozo Diná (jovem)
Eduardo Melo Benjamim (jovem)
Bia Braga Mara (jovem)
Jonas Bloch Esaú

Reprises[editar | editar código-fonte]

Foi reprisada entre 8 de julho e 12 de setembro de 2014, às 22h30, em 40 capítulos.[8]

Foi reprisada segunda vez entre 11 de janeiro de 2016 a 7 de março de 2016, às 21h e depois às 20h30, em 41 capítulos, substituindo Rei Davi. [9]

Foi reprisada pela terceira vez entre 17 de fevereiro a 26 de maio de 2018 aos sábados das 20h30 às 22h15, sendo substituída por Rei Davi.[10]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

O produtor musical Daniel Figueiredo assina a trilha da minissérie José do Egito.

N.º TítuloMúsica Duração
1. "Kue"  Daniel Figueiredo 2:18
2. "Az"  Daniel Figueiredo 2:09
3. "Epicus"  Daniel Figueiredo 1:47
4. "Pure"  Daniel Figueiredo 2:19
5. "Selando"  Daniel Figueiredo 2:54
6. "Um"  Daniel Figueiredo 4:12
7. "Enter"  Daniel Figueiredo 11:01
8. "Titan"  Daniel Figueiredo 2:44
9. "Cincos"  Daniel Figueiredo 2:08
10. "Kiu"  Daniel Figueiredo 2:16
11. "Loving"  Daniel Figueiredo 2:01
12. "Acordar"  Daniel Figueiredo 2:23
13. "Bura"  Daniel Figueiredo 8:38
14. "Egitopen (Tema de Abertura)"  Daniel Figueiredo 1:49
15. "Egitone"  Daniel Figueiredo 2:24
16. "Trem"  Daniel Figueiredo 2:24
17. "Oasis"  Daniel Figueiredo 2:08

Audiência[editar | editar código-fonte]

A estreia de José do Egito garantiu boa audiência em várias capitais. O primeiro capítulo da minissérie, exibido na última quarta-feira garantiu 15 pontos no PNT (Painel Nacional de Televisão), que corresponde à média de todas as praças medidas pelo Ibope. A maior audiência foi registrada em Fortaleza. A estreia da minissérie em São Paulo e em Curitiba registrou 13 pontos de média.[11] Em Belo Horizonte, deu 14 pontos. No Rio de Janeiro e no Distrito Federal, cravou 18 pontos. Já em Fortaleza, foram incríveis 22 pontos de média. O último capítulo obteve em São Paulo média de 14 pontos e pico de 15 pontos. Enquanto no Rio de Janeiro alcançou 19 pontos.[12] A audiência média dos 38 capítulos exibidos foi de 11 pontos, mesma média obtida por A História de Ester, na segunda reprise teve média de 12 pontos, tendo média razoável pois a meta é 13.[13]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Indicado Resultado Ref.
2013 Prêmio Extra de Televisão Atriz Coadjuvante Bianca Rinaldi Indicado [14]
Figurino José do Egito Indicado [14]
Maquiagem José do Egito Indicado [14]
2014 Prêmio Contigo! de TV Melhor Atriz de Série ou Minissérie Bianca Rinaldi Indicado [15]
Melhor Ator de Série ou Minissérie Ângelo Paes Leme Indicado [16]

Exibição internacional[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «Record estreia na próxima quarta-feira "José do Egito"». hojeemdia.com.br. 25 de janeiro de 2013. Consultado em 25 de janeiro de 2013. 
  2. «José do Egito estreia na tela da Record; não perca». Rede Record. 24 de janeiro de 2013. Consultado em 25 de janeiro de 2013. 
  3. «Um capítulo de "José" custa 133% a mais do que um de "Salve Jorge"». RD1. 27 de março de 2013. Consultado em 9 de agosto de 2013. 
  4. «Superprodução bíblica». ISTOÉ Independente. 18 de janeiro de 2013. Consultado em 9 de agosto de 2013. 
  5. «Diretor diz em coletiva que José do Egito é o maior projeto de sua carreira». Portal R7. 15 de janeiro de 2013. Consultado em 9 de agosto de 2013. 
  6. «José do Egito e Milagres de Jesus chegam às lojas de DVDs - R7 Diversão - R7 TV e Entretenimento». diversao.r7.com. Consultado em 25 de junho de 2017. 
  7. «Conheça a história da minissérie José do Egito». Jose do Egito. 15 de janeiro de 2013 
  8. «Rede Record volta a exibir "José do Egito"». Gospel Prime. 1 de julho de 2014. Consultado em 9 de junho de 2015. 
  9. «"José do Egito" substitui "Rei Davi" em janeiro, na Record». TV Show. Consultado em 9 de dezembro de 2015. 
  10. «Record TV ganha novidades na programação neste mês - Prisma - R7 Keila Jimenez». diversao.r7.com. Consultado em 2 de fevereiro de 2018. 
  11. «"José do Egito" estreia com bons sinais, na vice liderança e alavanca prime-time da Record». José Armando Vannucci. 31 de janeiro de 2013. Consultado em 11 de novembro de 2013. 
  12. «Último capítulo de 'José do Egito' tem maior audiência desde a estreia da minissérie». Fernando Oliveira (Portal R7). 10 de outubro de 2013. Consultado em 12 de novembro de 2013. 
  13. «"José do Egito" chega ao fim com a pior média dentre as minisséries bíblicas». RD1. 10 de outubro de 2013. Consultado em 12 de novembro de 2013. 
  14. a b c «Prêmio Extra de TV 2013: vote nos melhores da televisão». Extra. 4 de novembro de 2013. Consultado em 21 de dezembro de 2014. 
  15. «Conheça os finalistas do 16° Prêmio CONTIGO! de TV». M de Mulher. 9 de julho de 2014. Consultado em 21 de dezembro de 2014. 
  16. «Conheça os finalistas do 16° Prêmio CONTIGO! de TV». M de Mulher. 9 de julho de 2014. Consultado em 21 de dezembro de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre séries de televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.